#PorOndeAnda: Dean Cain, o Superman de Lois & Clark

Imagem de: #PorOndeAnda: Dean Cain, o Superman de Lois & Clark
Imagem: (Fonte: Lisa Dayley Smith/Reprodução)

Durante a década de 1990, a série do maior super-herói da DC, Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman, fazia um grande sucesso na TV, com Dean Cain no papel de Superman e Teri Hatcher como sua parceira Lois. O seriado ficou em exibição entre 1993 e 1997 com 4 temporadas que levaram os protagonistas ao estrelato.

Apesar de não ter conseguido outro grande sucesso como Lois & Clark, Cain continua com uma carreira sólida em Hollywood, tendo trabalhado em diversas produções.

Confira #PorOndeAnda Dean Cain em 2021.

(Fonte: ABC/Reprodução)(Fonte: ABC/Reprodução)Fonte:  Den of Geek 

Sucesso como Superman

A carreira de Cain começou antes de Lois & Clark. O ator já havia participado de alguns programas de TV, e em 1992 interpretou Rick em Barrados no Baile (Beverly Hills 90210). No ano seguinte, foi escalado como Clark Kent na série do Superman, com a qual ficou mundialmente conhecido.

Carreira pós-Superman

Após a série ser encerrada em 1997, Cain trabalhou em diversas produções para a TV e para o cinema, porém quase sempre em papéis pequenos ou participações, como em Law & Order: SVU e CSI: Miami. Ele também atuou por uma temporada em Las Vegas. E tem trabalhado como produtor-executivo em alguns projetos, incluindo documentários.

A volta ao universo DC

Após deixar de lado o uniforme de Superman, Cain retornou às produções de super-heróis dando voz a Jonathan Kent, pai de Clark Kent, na animação DC Super Hero Girls. Entre 2015 e 2017, ele interpretou Dr. Jeremiah Danvers na série da The CW Supergirl.

Cain a serviço da lei

Em paralelo aos trabalhos na TV e no cinema, Cain revolveu apostar em uma nova carreira. Em 2018, ele se tornou oficial da reserva do Departamento de Polícia de St. Anthony, em Minnesota (EUA). Na época, o ator revelou que sempre teve o sonho de se tornar policial.

(Fonte: Lisa Dayley Smith/Reprodução)(Fonte: Lisa Dayley Smith/Reprodução)Fonte:  ISJ 

Ligação com a religião e o conservadorismo

Além de trabalhar como policial, o ator tem uma ligação forte com a fé e tem produzido e atuado em diversas produções ligadas a religião. Desde sua saída de Supergirl, em 2017, ele se envolveu em pelo menos 2 dúzias de filmes do gênero, o que fez dele mais conservador e o colocou em algumas polêmicas nos últimos anos.

Em 2020, durante os protestos que tomaram conta dos Estados Unidos contra a violência policial, Cain se posicionou em oposição aos manifestantes e a favor da polícia. "Isso é loucura, porque essas pessoas gritam retórica antipolítica o dia inteiro, mas quando sua vida está ameaçada e precisam de um herói ligam para o 911 e um policial aparece", declarou na época. "Eles odeiam o capitalismo, odeiam a lei e a ordem e odeiam a América".

Seu posicionamento teve grande repercussão negativa na internet e ele foi fortemente criticado, inclusive por outros artistas. Tom King, escritor da DC, chegou a xingar o ator no Twitter.

Trabalhos mais recentes

Mesmo em um ano de pandemia, quando diversas produções foram interrompidas e adiadas, Cain tem se dedicado às criações de cunho religioso. Somente em 2020, atuou em 7 filmes, além da série The Platform. Em 2021 já foram 3 lançamentos; o mais recente foi o longa-metragem Break Every Chain. Além disso, 5 produções já estão engatilhadas: 3 para serem lançadas ainda neste ano e 2 em 2022.

#PorOndeAnda: Dean Cain, o Superman de Lois & Clark