Chefe da The CW fala do futuro das séries da DC na emissora

Imagem de: Chefe da The CW fala do futuro das séries da DC na emissora
Imagem: The CW/Reprodução

Em entrevista recente ao The Hollywood Reporter, Mark Pedowitz, chefe da emissora The CW, falou sobre o futuro das séries da DC no canal após o cancelamento da série Arqueiro Verde e as Canários, spin-off de Arrow.

Durante a conversa, Pedowitz admitiu que os problemas que afetaram o projeto estão ligados a um planejamento mal administrado. “Não conseguimos desenvolver um modelo semelhante ao que ocorreu com Stargirl”, revelou.

Stargirl fez sua estreia, inicialmente, no streaming DC Universe. (Reprodução)Stargirl fez sua estreia, inicialmente, no streaming DC Universe. (Reprodução)Fonte:  DC Universe/The CW 

A série da heroína teve uma 1ª temporada bem sucedida no streaming DC Universe antes de ser levada para a televisão aberta dos Estados Unidos. Stargirl, agora, vai estrear sua 2ª temporada diretamente na emissora.

“Esperávamos que a série começasse [a ser exibida] no HBO Max e, em seguida, fizesse uma segunda estreia na The CW”, argumentou acerca do plano que os produtores tiveram inicialmente acerca da produção.

Em seguida, Pedowitz contou que todos tentaram pensar em uma solução plausível para todas essas questões, mas não conseguiram encontrar um modo de como fazer tudo funcionar.

Outros projetos de séries da DC na The CW

Ao longo da entrevista, o chefe da emissora também falou sobre Monstro do Pântano (Swamp Thing, no original), que também teve sua 1ª temporada exibida no streaming DC Universe. Segundo ele, é improvável que a série seja exibida novamente na The CW.

Atualmente, o canal se prepara para a estreia da 2ª temporada de Batwoman, que surge repleta de novidades após a saída de Ruby Rose.

Dessa vez, a série contará com o protagonismo de Javicia Leslie no papel de Ryan Wilder, uma nova heroína que vai substituir Kate Kane, interpretada anteriormente por Ruby.

Os novos episódios da produção começam a ser exibidos a partir do próximo domingo (17).

Chefe da The CW fala do futuro das séries da DC na emissora