La Révolution: série da Netflix traz terror em meio à revolução francesa

Imagem de:  La Révolution: série da Netflix traz terror em meio à revolução francesa
Imagem: Netflix/Divulgação

Não é à toa que La Revolutión já estreou no top 10 de séries mais assistidas da Netflix. Afinal, o seriado aborda a Revolução Francesa de uma forma diferente, misturando fantasia e aventura para chamar a atenção do espectador. Na sinopse, uma doença misteriosa toma conta do país, incentivando conflitos entre rebeldes e aristocratas.

Confira o review completa a seguir!

Mais detalhes sobre a série La Révolution

A história se passa em 1789, em uma cidade assolada pela guerra. A primeira cena já impacta: um homem tenta fugir de uma criatura mascarada que monta um cavalo ensanguentado. Ele tenta se defender, mas é atingido por tiros e tropeça. O cavaleiro, então, completa o seu trabalho e decapita o homem. Então, a criatura tira a máscara e revela sua identidade: Madeleine, uma jovem garota.

Ela é a narradora do começo da trajetória. Em flashbacks, Madeleine explica como a guerra começou e como os mortos começaram a ressuscitar como espécies de zumbis. Logo, já temos os primeiros indícios de uma história fantástica, quase como se Supernatural encontrasse filmes épicos, como Les Misérables.

La Révolution cumpre bem o papel de continuar o sucesso de séries de terror, como a recente A Maldição da Mansão Bly. A plataforma de streaming parece investir cada vez mais nesse gênero, priorizando, acima de tudo, a fotografia. Assim como os outros títulos da categoria, a série não peca na direção e no retrato de cenários sombrios, misteriosos e sangrentos.

(Fonte: Netflix/Divulgação)(Fonte: Netflix/Divulgação)Fonte:  Netflix 

Outro destaque vai para o personagem principal da série. Interpretado por Amir El Kacem, o doutor Joseph Guillotin é o super-herói da trama, caçando criaturas fantásticas e tentando salvar os inocentes. Portanto, sabemos que a Revolução Francesa é apenas o background da série; na verdade, estamos diante de uma verdadeira revolução dos mortos.

Porém, assim como qualquer outra trama que envolve esse cenário, a luta entre os ricos e pobres não fica de fora. Afinal, a doença acomete aqueles que têm o sangue azul, retratando mais uma vez como os aristocratas dependem, exploram e até mesmo assassinam a classe burguesa.

A primeira temporada de La Révolution conta com 8 episódios de cerca de 40 minutos cada. Com muito mistério e ação, chama a atenção pela fotografia impecável e os mergulhos da história em personagens fascinantes. Além, é claro, do terror e suspense que acompanham os espectadores ao longo de todos os episódios.

Portanto, se você está buscando um opção interessante, que transite entre diferentes gêneros e consiga entreter, recomendamos que você assista La Révolution!

E aí, o que você achou da série La Révolution, da Netflix? Deixe sua opinião abaixo!

Fontes

La Révolution: série da Netflix traz terror em meio à revolução francesa