Oscar 2020: Top 6 momentos mais memoráveis da premiação

Minha Série
Imagem de: Oscar 2020: Top 6 momentos mais memoráveis da premiação

Que o Oscar é uma das premiações mais esperadas e concorridas, todos já sabem! Além de reunir os nomes mais renomados da história do cinema, a cerimônia torna possível o feedback aos trabalhos cinematográficos e audiovisuais que foram produzidos ao longo do ano, contemplando todos os envolvidos, sejam eles diretores, produtores ou responsáveis pelo operacional das obras.

Contudo, não só de brilho, glamour e elegância é feita a premiação da Academia. Ao longo dos anos, muitos momentos, digamos, inusitados, tomaram conta da ocasião. São situações embaraçosas, épicas, engraçadas ou cheias de emoção. Teve de tudo!

Por isso, mal podemos esperar para conferir o que o Oscar 2020 nos reserva. Mas enquanto este momento não chega, separamos os momentos mais memoráveis da história da cerimônia para você já entrar no clima!

1. Prêmio Duplo para Melhor Atriz (1969)

Na cerimônia do Oscar, realizada no ano de 1969, houve um empate na votação da categoria de melhor atriz. Barbra Streisand e Katharine Hepburn conquistaram 3.030 votos cada uma. Streisand ganhou a estatueta por seu papel em Funny Girl e Hepburn com a atuação no filme The Lion in Winter (O Leão no Inverno, em português).

2. 12 Minutos de Aplausos (1972)

Na premiação de 1972, o lendário artista Charlie Chaplin recebeu um Oscar Honorário concedido pela Academia. Nesse evento, ele havia retornado aos Estados Unidos após ter ficado mais de 20 anos em exílio em função de pressupostas relações comunistas. Na cerimônia, ele afirmou: “As palavras parecem tão fúteis, tão fracas”, e em seguida agradeceu pela honra, sendo aplaudido e aclamado por toda a platéia durante um período de 12 minutos.

3. Estatueta Rejeitada (1973)

Após receber a maior quantidade de votos na categoria de Melhor Ator, em 1973, pela atuação do filme O Poderoso Chefão, Marlon Brando recusou o prêmio como uma forma de protestar contra a maneira como o cinema e a televisão agem em relação aos índios dos Estados Unidos. Na ocasião, o representante do ator, Sacheen Littlefeather, ativista do Apache, explicou: “Ele lamentavelmente não pode aceitar esse prêmio”, e ainda acrescentou enfatizando o “tratamento dos índios americanos hoje pela indústria cinematográfica e nas reprises da televisão e do cinema”.

4. Beijo Inesperado (2003)

Durante a cerimônia do Oscar no ano de 2009, mais precisamente na entrega da estatueta para o prêmio de Melhor Ator, o vencedor Adrien Brody surpreendeu com um beijo a atriz Halle Berry, que estava apresentando a categoria e já havia conquistado tal reconhecimento no ano anterior. Nessa edição, o ator Brody levou a melhor na premiação por dar vida ao papel principal do filme O Pianista.

5. Erro no “In Memoriam” (2017)

No ano de 2017, no momento de memórias exibido pela Academia, em que são relembrados alguns nomes do meio cinematográfico que faleceram durante o ano, a foto da produtora australiana Jan Chapman apareceu erroneamente no lugar da figurinista Janet Patterson.

6. Moonlight vs La La Land (2017)

Já não bastasse o erro na hora do “In Memoriam”, a edição do Oscar de 2017 teve mais outro equívoco. No resultado da categoria de Melhor Filme, foi entregue o envelope errado aos apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway, que anunciaram o prêmio ao filme La La Land, quando na realidade o longa vencedor da estatueta mais almejada foi Moonlight.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.

Oscar 2020: Top 6 momentos mais memoráveis da premiação