Indicação da Semana #2: Community já está disponível na Netflix

Minha Série
Imagem de: Indicação da Semana #2: Community já está disponível na Netflix

A indicação da semana desta sexta-feira traz uma série amada por uma legião de fãs e que, certamente, você já ouviu falar. Community finalmente chegou na Netflix e já até superou a mockumentary The Office como programa não-original mais visto da plataforma. 

O feito do seriado é notável, sobretudo porque, geralmente, os mais assistidos do top 10 da Netflix são, na maioria dos casos, produções originais, ainda mais quando elas acabam de ser lançadas. Ver a comédia do final dos anos 2000 nesse ranking, portanto, é algo que chama muito a atenção.

No Brasil, a popularidade de Community ainda não é tão expressiva quando comparada a outros países que também se aventuraram pela série. Porém, com sua chega ao catálogo da Netflix, isso tem tudo para mudar. Afinal, não é à toa o fato de muita gente se interessar pelo seriado!

(NBC/Divulgação) NBC/Divulgação 

Introdução

Community foi criada por Dan Harmon (Rick and Morty) e produzida pelos Irmãos Russo (os mesmos que dirigiram Vingadores: Ultimato). Exibida pela NBC a partir de 2009, a série conta com Joel McHale, Gillian Jacobs, Danny Pudi, Yvette Nicole Brown, Alison Brie, Donald Glover, Ken Jeong, Chevy Chase e Jim Rash nos papéis principais.

Muitas das experiências pessoais de Harmon foram introduzidas na série durante a escrita dos roteiros. Segundo ele, os episódios seguiam um método de escrita adaptado por ele para que tudo tivesse uma boa narrativa, sempre muito eficaz e bem estruturada.

Um fato curioso é que o nome dos episódios possui grafias de como se fossem disciplinas de uma faculdade. O series finale, por exemplo, foi batizado como “Emotional Consequences of Broadcast Television” (As consequências emocionais da televisão aberta, em uma tradução livre).

Do que a série trata?

Tudo começa quando Jeff Winger (interpretado por Joel McHale) se matricula no Greendale Community College para obter um diploma legítimo em Direito. Por lá, ele acaba conhecendo Britta Perry (Gillian Jacobs) e finge dirigir um grupo de estudos para tentar conquistar a garota. 

(NBC/Reprodução) NBC/Reprodução 

Mas Perry acaba convidando outros membros para o grupo, como, por exemplo, Abed Nadir (Danny Pudi), um estudante de cinema que sofre com a síndrome de Asperger. Sucessivamente, novas pessoas vão chegando ao grupo e, apesar das diferenças evidentes entre todos eles, as amizades vão sendo construídas aos poucos. 

No grupo, podemos citar ainda: Shirley Bennett, uma mãe solteira altamente religiosa interpretada por Yvette Nicole Brown, assim como Annie Edison (Alison Brie), uma empreendedora cheia de ingenuidade. Também participam do grupo o ex-astro de futebol americano Troy Barnes (Donald Glover) e o milionário Pierce Hawthorne (Chevy Chase). 

Vale a pena assistir?

Uma das características principais dessa série são as piadas cheias de referências, embora algumas vezes não sejam tão engraçadas assim. Há também algumas piadas que se mostram recorrentes ao longo das temporadas, fazendo com que o público possa conferir de perto seus próprios easter eggs. 

Além de tudo isso, também há muita criatividade durante a construção dos episódios, incluindo alguns animados com stop motion. 

Para quem costuma gostar dos famigerados bottle episodesCommunity se tornou muito famosa por conta deles. Esses episódios, que costumam concentrar todo o elenco em um único cenário (para poupar custos de produção, por exemplo), trouxe à série um diferencial autêntico.

(NBC/Reprodução) NBC/Reprodução 

Os personagens são extremamente carismáticos, o que faz o público querer acompanhar cada um deles e saber o que vai acontecer no decorrer dos episódios. Há muita química entre alguns personagens, como, por exemplo, Abed e Troy, que formam uma amizade repleta de boas sacadas. 

Detalhe: há pelo menos quatro episódios que apresentam um clássico jogo de paintball (algo que já foi visto em outras séries de comédia). Esses episódios ficaram famosos entre os fãs e foram diversas vezes referenciados no decorrer das temporadas.

O legado de Community

Certamente, a série poderá agradar muitas pessoas que gostam de outras sitcoms que apresentam conflitos entre personagens jovens-adultos, como, por exemplo, Friends. Quem gostou de Dawson’s Creek também poderá gostar de Community, assim como os fãs do filme Eu, Você e a garota que vai morrer

Os fãs de Law & Order e Glee certamente deveriam assistir a série, pois há alguns episódios que fazem paródias diretas a essas duas séries.

Vale a pena lembrar do programa favorito de Abed, chamado Cougar Town. Segundo ele, essa série protagonizada por Courteney Cox (a Mônica, de Friends) deveria ter “6 seasons and a movie”. As duas séries tiveram 6 temporadas, mas nenhuma teve um filme que terminasse tudo. 

Até hoje, muitos fãs aguardam esperançosos por esse filme justamente por essa “campanha” criada pelo personagem.

(NBC/Reprodução) NBC/Reprodução 

Alguns famosos que participaram da série e, atualmente, despontaram em suas carreiras são Donald Glover, que atualmente protagoniza Atlanta, entre outros programas e filmes, e tem uma carreira como cantor, no qual se apresenta pelo nome de Childish Gambino. 

Além dele, Alison Brie fez diversas séries aclamadas fora do campo das comédias. Ela protagonizou recentemente Entre Realidades, filme no qual também ajudou na escrita do roteiro. Já Gillian Jacobs participou de Girls, da HBO e Love, da Netflix.

Ficou curioso com a série? Não deixe de nos contar o que achou dela nos comentários!

Texto escrito por Matheus Rocha da Silva via Nexperts.

Indicação da Semana #2: Community já está disponível na Netflix