Rick and Morty 4x06: quando a própria história sai dos trilhos (RECAP)

Minha Série
Imagem de: Rick and Morty 4x06: quando a própria história sai dos trilhos (RECAP)

As aventuras enlouquecidas de Rick and Morty voltaram no último domingo (3) depois de quase quatro meses. O episódio 4x06, "Never Ricking Morty", abre a metade final da 4ª temporada.

A história se passa dentro de um trem espacial. Rick explica se tratar de um "dispositivo literalmente literário que literalmente nos contém metaforicamente", o que parece significar um episódio com referências antológicas em ritmo frenético.

No vagão-restaurante, dois viajantes conversam. Um deles, que poderia ser descrito como uma versão alienígena do Wolverine, conta detalhes de sua luta com Rick, "o homem do jaleco branco", em seu planeta natal, Ramamama. 

Ele está ali para matá-lo, assim como todos no trem querem matar Rick. O outro sujeito, meio parecido com Clint Eastwood, comenta: "salto esquisito na lógica".

Enquanto isso, Rick e Morty estão com o inspetor do trem. Eles lutam e o inspetor usa Morty como escudo, até que Rick atira numa janela e a parte superior do corpo do homem é sugada pelo vácuo, e ele acorda numa máquina de arcade perguntando: "Isso é real? A vida é real?". Voltando à realidade, vemos o cara explodir em sangue e órgãos.

Adult Swim/Reprodução

Nossos heróis começam a entender que, para ter controle sobre a aventura, precisam alcançar o motor do trem. No local, encontram o seu verdadeiro inimigo, Story Lord, que confronta Rick: "Nenhuma regra para você, espiralando pelo multiverso, arrotando um diálogo semi-improvisado sobre como nada importa." 

Não podendo mais suportar Rick desafiando as regras da estrutura narrativa o tempo todo, o fragmentado Story Lord acaba expulsando brevemente a dupla do trem. Eles passam por diversas realidades alternativas, inclusive uma em que Rick é um professor universitário que decide ajudar as pessoas.

O plano ambicioso de Story Lord é preencher sua própria antologia com o "potencial ilimitado" da dupla e levá-los à última parada: "além da quinta parede", que envolve o ator e dublador Justin Roiland, que é também o criador da série Rick and Morty

Amarrados, nossos heróis vêm o final da sua própria história, com um Morty do Mal e um exército de Meeseeks invadindo a Cidadela de Ricks.

Nesse momento desesperador, Rick resolve apelar para Jesus. Sim, para Jesus. Ele convida Morty para se juntar a ele numa oração. Por ser algo que os dois jamais fariam, isso causa um curto-circuito na máquina de Story Lord. Rick diz para o inimigo que Jesus é "a melhor história já contada" e, quando o vilão discorda, o próprio Jesus intervém.

Aí percebemos que o episódio inteiro aconteceu realmente dentro de um trem de brinquedo que Morty comprou numa loja na Cidadela. Enquanto Jesus detona a máquina do Story Lord, o trem de Morty descarrila. "Compre outro, Morty!" -- grita Rick -- “Consuma, Morty! Ninguém está lá fora consumindo com esse vírus!". Assim, o coronavírus faz sua estreia nas séries de TV!

Texto escrito por Jorge Marin via Nexperts.

Fontes

Rick and Morty 4x06: quando a própria história sai dos trilhos (RECAP)