Antigo visual do app do YouTube no Windows Phone (Fonte da imagem: Reprodução/Windows Phone Marketplace)

Durante quase três anos, os usuários do Windows Phone tiveram que se contentar com um simples web player como aplicativo oficial do YouTube. Recentemente, a Microsoft criou uma versão com visual integrado ao Modern UI, que acabou sendo boicotada pela Google. Agora, depois de uma batalha à portas fechadas, a Microsoft abriu mão do aplicativo, retornando-o para sua primeira versão.

Em maio desse ano, depois de ter a versão mais simples possível de um aplicativo do YouTube, a Microsoft lançou um app cheio de funções, como poder bloquear a tela do aparelho e continuar ouvindo o vídeo e baixar conteúdo do site. Por um tempo, ele foi considerado como o melhor aplicativo do YouTube, considerando todas as plataformas móveis atuais.

Não demorou muito para a Google afirmar que o app ia contra as suas normas para programas de terceiros, fazendo a Microsoft remover o aplicativo da loja do Windows Phone.

(Fonte da imagem: Reprodução/WPCentral)

Em agosto, tentando se enquadrar dentro das exigências da Google, a Microsoft lançou uma nova versão do YouTube para Windows Phone, ainda podendo ser considerado por muitos como a melhor alternativa para se ver vídeos do site em um smartphone. A alegria durou dois dias, já que o Google, alegando que o app ainda quebrava alguns pontos do acordo para o desenvolvimento de aplicativos, inutilizou o YouTube para Windows Phone através de sua API.

Agora, depois de alguns meses com o app parado, a Microsoft atualizou tudo para a versão inicial dele, que não passa de uma janela do browser, direcionando o seu acesso à versão mobile do site de vídeos. Ao que tudo indica, a empresa parece ter desistido da queda de braço com a Google.

Existe a possibilidade de a Microsoft estar trabalhando em uma versão do aplicativo do YouTube para Windows Phone em HTML5, o que a Google vem pedindo há algum tempo, mas nada é garantido, nem mesmo se os usuários da plataforma terão um app oficial do site de vídeos.

Para esses usuários, restam as alternativas presentes na loja do Windows Phone e que ainda não tiveram problemas com a Google. 

Cupons de desconto TecMundo: