Microsoft vai manter os dados de usuários longe dos publicitários. (Fonte da imagem: Reprodução/Cnet)

Na contramão do que a Google tem feito, a Microsoft disse ao The New York Times que não pretende utilizar os dados pessoais de seus clientes para fins publicitários. “Uma coisa que nós não fazemos é usar o conteúdo de mensagens e documentos privados de nossos clientes para direcionar propaganda”, trazia o comunicado da companhia.

O anúncio da Microsoft foi motivado por uma carta de um leitor do jornal norte-americano que foi publicada dias antes, na qual ele se mostrava preocupado e apontava brechas legais do contrato. Sendo assim, a resposta veio mesmo para esclarecer a situação e ainda dar uma cutucada na Google e seu Gmail, famoso por ter anúncios direcionados.

Fora isso, a empresa de Redmond ainda disse: “poderíamos ter sido mais claros sobre o assunto quando liberamos a atualização no contrato de serviços”, quase como um pedido de desculpas.  Agora, você já pode conferir os novos termos de contrato sobre a utilização de dados do usuário neste link, isso já com as atualizações e esclarecimentos prometidos.

Segundo a Microsoft, a política do não uso de dados de clientes vale para todos os serviços, inclusive para o Outlook.com, o antigo Hotmail.

Fonte: The New York Times e Microsoft

Cupons de desconto TecMundo: