Em um futuro próximo, nenhum computador da cidade de Moscou, capital da Rússia, rodará softwares desenvolvidos pela Microsoft. Nada de Windows ou Office — se depender dos planos do governo russo, as máquinas da região vão utilizar somente sistemas operacionais e programas de produtividade desenvolvidos no próprio país. Quem revelou essa informação foi o próprio Artem Yermolaev, chefe de tecnologia da informação da cidade.

Os serviços de email Outlook e Exchange também serão extintos, sendo substituidos por uma solução desenvolvida pela Rostelecom, a maior operadora de telecomunicações da Rússia. Por enquanto, essa operação ficará limitada a um piloto de 6 mil computadores; porém, o plano é que, a longo termo, o programa atinja mais de 600 mil PCs profissionais e domésticos.

Toda essa operação é causada pelas políticas de Vladimir Putin que não gosta de depender da tecnologia estrangeira. O presidente está incentivando o desenvolvimento de soluções locais desde 2014, quando empresas norte-americanas decidiram fechar serviços na Crimeia por esta ter sido anexada à Rússia. Será que o país europeu está prestes a adotar uma postura parecida com a da China?

Cupons de desconto TecMundo: