Apesar de ter sido o primeiro navegador de muita gente, o Internet Explorer acabou ganhando má fama por conta da lentidão com que eram implementados novos recursos – principalmente quando comparado a seus dinâmicos concorrentes. Uma grande parcela da culpa sobre essa situação delicada vem da mentalidade fechada que a Microsoft tinha até há pouco tempo. Porém, no desenvolvimento do ousado Spartan, a empresa parece estar deixando de lado seu protecionismo para trabalhar de forma bem mais próxima com empresas parceiras.

O programa que deve substituir o IE no esperado Windows 10 parece estar seguindo um caminho mais flexível do que o do seu irmão mais velho, abrindo levemente as suas portas para que outras empresas além da própria criadora possam se envolver em seu desenvolvimento. Não é como se a companhia estivesse disponibilizando o seu software no esquema de código aberto, mas nomes de peso da internet já estão auxiliando no processo de aperfeiçoamento do produto.

A Microsoft prometeu detalhar quais serão os frutos dessas parcerias nos próximos meses, e, para dar um gostinho aos aficionados por tecnologia, já revelou que a Adobe está na lista. “No passado, era complicado para a Adobe (ou qualquer pessoa fora da Microsoft) fazer contribuições ao código-base do Internet Explorer”, admitiu Bogdan Brinza, um dos responsáveis pelo projeto do Spartan. Indo além, ele explica que isso fez com que a dona do Photoshop levasse suas inovações para outros terrenos – Chrome e Firefox, especificamente.

Segundo ele, agora a Adobe está trabalhando diretamente no desenvolvimento do navegador, utilizando sua experiência para dar pitacos em áreas como layout, tipografia, animações e tudo que abrange o visual ou a experiência de usuário no Spartan. Mostrando que isso não é só papo, a última build preview do Windows 10 já até implementa algumas dessas contribuições – garantido que os testers possam colocar em prática todas as mudanças.

Isso tudo mostra que a Microsoft está levando muito a sério a nova encarnação do seu sistema operacional e também os principais programas que o compõem. Ficaremos de olhos atentos no Windows 10 e no Spartan para conferir se essa mudança de estratégia vai fazer com que a empresa não fique para trás quando o assunto é internet.

Cupons de desconto TecMundo: