A maçã mais valiosa do mundo. (Fonte da imagem: Reprodução/Wallpaper)

A consultoria Brandirectory atualizou sua lista anual das marcas mais valiosas do mundo e colocou as maiores rivais do setor de tecnologia no topo. Assim, Apple e Samsung foram consagradas as marcas mais valiosas do mundo. A Maçã vale nada menos que US$ 87 bilhões, enquanto a fabricante dos Androids da linha Galaxy vale US$ 58 bilhões.

Além dessas duas, Google e Microsoft estão logo atrás, mostrando que o setor realmente sabe valorizar suas marcas. Confira a lista:

  1. Apple: a cavalgada da Maçã até o topo se deu depois que seus dispositivos portáteis, como o iPhone, tiveram aceitação quase instantânea dos consumidores, colocando os lucros da empresa, além de seu prestígio, lá no alto (US$ 87 bilhões);
  2. Samsung: o mesmo aconteceu com a Samsung, criadora do Android de maior sucesso até agora, o Galaxy S3. A empresa viu seu nome valer mais a cada ano por conta do mercado mundial de dispositivos móveis, o qual domina há algum tempo (US$ 58 bilhões);
  3. Google: apesar de a gigante das buscas ser a verdadeira responsável pelo Android, a empresa chega logo depois da Samsung na lista. Até o ano passado, a companhia tinha seu nome no segundo lugar, usurpado pela coreana em 2013 (US$ 52 bilhões);
  4. Microsoft: há muito tempo entre as grandes marcas, a empresa caiu uma posição neste ano, já que a Samsung resolveu ultrapassar todo mundo, subindo de 6º para 2º. A empresa ainda tenta emplacar seu mais novo produto, o Windows 8, mas tem enfrentado certa resistência dos parceiros (US$ 45 bilhões);
  5. Walmart: a maior rede de supermercados norte-americana está na mesma posição do ano passado. Todo esse sucesso se deve à “cultura do preço baixo” que a marca tenta vender (US$ 42 bilhões);
  6. IBM: em quarto lugar no ano passado, a IBM é mais uma grande empresa do setor de tecnologia no top 10. No passado, ela foi uma das protagonistas na popularização dos computadores pessoais (US$ 37,7 bilhões);
  7. GE: não muito presente no Brasil, a GE tem grande influência em mercados internacionais, seguindo praticamente o mesmo caminho da Samsung, fabricando os mais variados tipos de eletrônicos e outros produtos (US$ 37,1 bilhões);
  8. Amazon: o portal de comércio eletrônico que estreou no Brasil há poucos meses conseguiu subir duas posições de 2012 para 2013. Será que ajudamos? (US$ 36 bilhões);
  9. Coca-Cola: maior fabricante de refrigerantes e outras bebidas ao redor do mundo, a empresa não para de promover sua marca em todo tipo de mídia. Ainda assim, perdeu uma posição no ranking em relação ao ano passado (US$ 34 bilhões);
  10. Verizon: a operadora de telefonia móvel norte-americana parece andar muito bem por lá. Será que com o estado das empresas brasileiras no setor alguma delas conseguiria o mesmo sucesso? (US$ 30 bilhões).

As marcas brasileiras mais bem avaliadas pela Brandirectory foram os grandes bancos do país. O Bradesco é o primeiro, ficando em 66º lugar, mas perdeu muitas posições em relação à 2012, quando estava em 47º. O Itaú segue em 77º, e o Banco do Brasil chegou em 94º mesmo tendo sido avaliado em 132º ano passado.

Confira a lista completa aqui.

Cupons de desconto TecMundo: