Huawei não fará parte das redes 5G de Portugal

1 min de leitura
Imagem de: Huawei não fará parte das redes 5G de Portugal
Imagem: Huawei
Avatar do autor

Huawei não estará presente na implementação da rede 5G de Portugal, assim como no Reino Unido e na França. A decisão partiu das três maiores operadoras do país: Vodafone, Altice e Nos. E, segundo as especulações, pode ter sido motivada pelo aumento da tensão entre Estados Unidos e China.

Com isso, a fabricante chinesa não irá fornecer seus equipamentos para o desenvolvimento da rede de quinta geração em Portugal. O ministro da infraestrutura do país, Pedro Nuno Santos, afirmou que o governo não identificou nenhum problema nas empresas que poderiam auxiliar na implementação do 5G, incluindo a Huawei — o que reforça a teoria de que o motivo seja realmente político.

Apesar de suas qualificações para o serviço, a Ericsson e a Nokia têm a preferência das empresas. Após anunciar "que sua principal rede 5G não incluirá a Huawei em suas diferentes operações", a Vodafone confirmou que está trabalhando com a Ericsson.

a  Olhar Digital/Reprodução 

O vice-presidente da Nos, José Pedro Pereira, garantiu que a empresa seguirá o mesmo caminho, assim como a Altice. No entanto, nenhuma das operadoras revelou o motivo para eliminar a Huawei da lista de provedores de equipamentos para redes locais.

A fabricante também poderá enfrentar desafios parecidos no Brasil, apesar de o governo ainda não ter se posicionado a favor ou contra sua participação no leilão do 5G. No entanto, nesta semana, o embaixador estadunidense Todd Chapman afirmou que o país sofrerá consequências econômicas negativas se a Huawei não for excluída da lista de participantes.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Huawei não fará parte das redes 5G de Portugal