De acordo com uma estimativa do Business Insider, o CEO da Apple, Tim Cook, já ganhou cerca de US$ 701 milhões desde que assumiu o posto de líder executivo da empresa há sete anos. A gigante maioria desse valor vem de bônus em forma de ações que a Apple entregou a Cook, uma vez que a empresa conta com uma política de premiar seu CEO com uma quantidade fixa de ações caso a empresa bata metas de valorização.

Como a empresa vem crescendo astronomicamente desde que Cook assumiu o comando, ele tem recebido bonificações anualmente. “Cook tem sido um dos CEO mais bem pagos da indústria de tecnologia nos últimos sete anos, e o preço das ações da Apple quase quadruplicou desde que ele ganhou 7 milhões de papéis ao se tornar CEO”, disse Alex Knowlton, analista da Equilar em entrevista ao Business Insider.

No início de agosto, a empresa se tornou a primeira companhia ocidental na bolsa de valores a bater a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado. Hoje (31), as ações da companhia valem US$ 227 cada, somando quase US$ 1,1 trilhão.

Tio Cook vs. Tio Zuck

Em sete anos, Cook teria recebido US$ 50,7 milhões de salário, o que somando aos US$ 650,3 milhões totaliza a impressionante quantia de US$ 701 milhões. Segundo a publicação norte-americana, apenas o CEO do FacebookMark Zuckerberg ganhou mais que Tim Cook nesse mesmo período.

Zuckerberg teria recebido só em ações e opções de ações algo próximo de US$ 5,8 bilhões, mais de oito vezes o que Cook ganhou. Outros CEOs do ramo da tecnologia também receberam grandes bônus em formas de ações. Elon Musk, da Tesla, seria um dos mais bem premiados, mas não foi revelado quanto ele ganhou exatamente da fabricante de carros elétricos. Sua fortuna total, contudo, é avaliada em US$ 2,6 bilhões.

Evan Spiegel, CEO da Snap (dona do Snapchat) teria recebido US$ 638 milhões nos últimos sete anos, e Sundar Pichai, da Google, teria ficado com US% 404 milhões.

Cupons de desconto TecMundo: