Quando foram lançados, os tablets fizeram sucesso entre os amantes de tecnologia, mas parece que os tempos de glória do dispositivo estão realmente chegando ao fim. Isso porque o mercado mundial dos tablets tem declinado ano após ano, tanto que está em queda há 15 trimestres seguidos e agora, no segundo trimestre de 2018, não apresentou nenhuma alteração nessa tendência.

Contudo, ao contrário de muitos fabricantes, a Apple e a Huawei conseguiram manter um crescimento, embora seja mínimo. Segundo o último relatório da International Data Corporation (IDC), divulgado na quinta-feira (2), o mercado global de tablets caiu 13,5% neste trimestre. A quantidade de tablets vendidos em todo o mundo foi de 33 milhões no trimestre passado, diminuindo em 5 milhões, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a pesquisa, Apple e Huawei foram as duas únicas empresas que viram algum crescimento. Em termos percentuais, a chinesa se deu melhor, mas a Apple manteve a liderança levando em consideração o número total de vendas, que chegou a mais 11 milhões  totalizando um terço de todos os tablets comercializados por todas as grandes empresas. 

"Embora os consumidores e as empresas tenham mostrado interesse no fator de forma destacável, aqueles que operam com orçamentos mais apertados têm poucas opções disponíveis e, portanto, alguns optaram pelos PCs tradicionais", disse o analista sênior de pesquisa da IDC, Jitesh Ubrani. "No entanto, com o lançamento do Surface Go, Chrome OS destacável e, esperançosamente, um iPad Pro mais acessível no futuro, a categoria destacável ainda tem um futuro brilhante, desde que o desempenho e o software estejam alinhados com as expectativas dos usuários", completou.

Cupons de desconto TecMundo: