Os funcionários do Facebook "têm uma concepção mais incisiva e pessimista de tudo que está acontecendo na companhia", afirmou Mike Schroepfer, CTO do Facebook. Segundo o CTO, esse sentimento se aflorou principalmente após o escândalo com a Cambridge Analytica.

Como isso funciona? Schroepfer comentou que os funcionários, em sua maioria, não olham mais para os novos projetos pensando em funcionalidades. Por outro lado: os funcionários ficam pensando como outras pessoas podem abusar de uma ferramenta e as coisas ruins que possam acontecer.

"É a maior mudança cultural que eu já vi nos dez anos que estive lá", disse Schroepfer. Notando que isso está se infiltrando em tudo que o Facebook faz, incluindo alterações e desenvolvimento de produtos, alterações de políticas, segurança e revisão de conteúdo, nota o Business Insider.