Detalhes do novo sistema

Fonte da imagem: divulgação/Micron

Especializada em memória para computadores, a nova aposta da Micron é o HMC (Hybrid Memory Cube), que promete melhorias interessantes para todos os consumidores. O novo sistema soma a tecnologia DRAM (utilizada em pentes DDR3, por exemplo) a camadas lógicas, permitindo o armazenamento das informações por mais tempo do que acontece com os pentes atuais.

Os novos dispositivos de memória da Micron prometem maior largura de banda na transmissão de dados, o que pode significar um aumento de velocidade de mais de 20 vezes. Além disso, o HMC utiliza apenas 10% da energia elétrica consumida por memórias DDR. A mesma proporção de economia é encontrada nas dimensões físicas, pois esta nova tecnologia pode ser até 90% menor.

Executivos da Micron afirmam que estes avanços são necessários para que as memórias evoluam no mesmo ritmo dos processadores. A missão da empresa é criar sistemas que consigam aproveitar o máximo da potência dos vários núcleos de processamento que os chips apresentam hoje em dia.

Ainda sem data para lançamento comercial, o HMC não é a única aposta da Micron para o mercado de memórias. A empresa sabe que o processo de adequação a uma nova tecnologia é lento, por isso ainda continuarão a ser investidos grandes montantes de dinheiro nas pesquisas e desenvolvimento de memórias DDR4.

Cupons de desconto TecMundo: