(Fonte da imagem: Reprodução/Daily Mail)

Após um terrível acidente com uma bomba de pesca, o chinês Sun Jifa, atualmente com 51 anos, teve suas mãos destruídas, assim como grande parte dos seus antebraços. Sem condições de comprar próteses de qualidade — as comuns não permitiriam que ele continuasse a trabalhar —, Jifa Passou oito anos desenvolvendo seu próprio par de braços biônicos.

Para tanto, o agricultor utilizou materiais que tinha à disposição, incluindo uma ampla variedade de fios, roldanas e sucatas. O resultado deu tão certo que Jifa atualmente vende suas próteses para diversas cidades vizinhas. Ele comercializa cada uma delas por US$ 490 (aproximadamente R$ 1.020), no que se tornou um negócio bastante próspero — ele estima que já foram vendidas mais de mil.

Para o agricultor, entretanto, a maior vantagem foi a possibilidade de não se sentir inútil, já que as próteses o permitem realizar grande parte das suas atividades sem maiores problemas — incluindo a condução de maquinários agrícolas e, naturalmente, a produção de novas próteses. “Eu consigo controlar meus braços com os movimentos dos meus cotovelos, e posso trabalhar, fazer amor e me alimentar, como qualquer outra pessoa”, ele conclui.

Cupons de desconto TecMundo: