Junto com um remédio que cure um organismo com câncer, a vacina da AIDS está entre os medicamentos mais pesquisados pelos cientistas de todo o planeta. Ainda assim, às vezes eles parecem muito distantes da realidade.

Mas uma vacina que já é desenvolvida há dez anos no Canadá pode ser a grande surpresa na prevenção contra o vírus HIV. De acordo com o jornal The Star, o Food and Drug Administration (FDA), órgão que controla suplementos de várias áreas nos Estados Unidos, aprovou o uso dessa substância em testes com seres humanos.

A tal vacina revolucionária utiliza um vírus morto e geneticamente modificado como base para ativar o sistema imunológico do paciente, fazendo com que nosso organismo conquiste a imunidade contra o HIV. Esse método já foi usado no combate à pólio, raiva e influenza, mas não conseguia estabilidade suficiente no caso da AIDS.

O medicamento é a única vacina contra a AIDS em desenvolvimento no Canadá e recebeu subsídios de uma empresa local que patrocina laboratórios que pesquisam o HIV. Estudos preliminares indicam que não há riscos para a saúde do paciente, mas as respostas definitivas só surgirão após os testes, que devem começar em janeiro.

Cupons de desconto TecMundo: