Depois de derrubar mais uma botnet, responsável por espalhar mais de 3 bilhões de emails com spam por dia, a unidade de pesquisa em crimes digitais da Microsoft (Microsoft Digital Crimes Unit) anunciou um novo plano para melhorar a segurança na internet.

De acordo com o Arstechnica, a empresa está trabalhando em um feed em tempo real que coleta dados sobre malwares já conhecidos ou capturados, além de IPs infectados, distribuindo essas informações para que sites governamentais e parceiros da Microsoft fiquem livres desses problemas. O serviço está em fase de testes internos em servidores do próprio Windows.

Desse modo, a remoção de malwares seria bem mais rápida e impediria os servidores de serem pegos por uma botnet – mas todo esse trabalho precisa ser feito pela empresa ou governo, não pela Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo: