O engenheiro Jeff Keacher é um rapaz nostálgico: ele é dono de um Mac Plus, computador lançado pela Apple em 1986. Essa foi a primeira máquina do sujeito, que começou a aprender o básico de informática pelo aparelho.

Duas décadas depois, ele ainda tem o mesmo Mac Plus bem conservado, porém fora de uso. E, para reviver os velhos tempos, Keacher resolveu não só religar o computador, mas também conectar ele à internet — não do jeito antigo, via sessões discadas ou BBS, mas com uma linha telefônica moderna. O vídeo acima mostra o resultado: o Mac Plus exibe uma página bem rudimentar da Wikipédia e é capaz até de acessar um site de notícias. No clipe, a velocidade foi aumentada, já que o processamento do dispositivo é extremamente lento. Olha só as características jurássicas do produto:

Especificações técnicas

  • Tela: 512x384 pixels (preta e branca)
  • Processador: 8 MHz
  • Memória RAM: 4 MB
  • Disco rígido: 50 MB

Keacher primeiro buscou um navegador compatível. O escolhido foi o MacWeb 2.0, encontrado em sites de FTP bem obscuros. Ele roda HTML e responde a comandos HTTP, mas é velho o bastante para rodar no Mac Plus. O segundo passo era encontrar os protocolos TCP/IP para permitir a comunicação entre o Mac Plus e a rede doméstica. Compatíveis com o sistema operacional System 7.0, eles também foram achados em fóruns bem escondidos.

Aliás, antes disso, o engenheiro já viu que o caminho não seria fácil. Ao religar o Mac Plus depois de tanto tempo, o disco externo simplesmente fritou e preciso ser substituído. Por sorte, os mesmos modelos de capacitores estavam à venda em uma loja e foram rapidamente adquiridos.

O maior desafio era a conexão física: não há entrada para um cabo Ethernet no Mac Plus e muito menos possibilidade de fazer uma conexão WiFi. A solução? Ele usou um Raspberry Pi e adaptadores antigos para fazer uma gambiarra imensa nos cabos, chegando do Mac a um roteador. Os softwares para garantir o acesso ainda eram disponibilizados pela Apple, mesmo quase 30 anos depois, e utilizá-los foi menos trabalhoso.

Vários problemas depois, foi possível dar vida à conexão: 19 kbps, uma internet incrivelmente lenta e quase parando, se comparado ao que temos hoje. Porém, era internet — num dispositivo que nunca sonharia em realizar tal atividade em seus dias de glória.

Cupons de desconto TecMundo: