Os computadores com tela Retina da Apple, juntamente ao Chromebook Pixel da Google, são referências quando o assunto é densidade de pixels e qualidade de imagens em notebooks. Acontece que, quanto maior a é a tela, mais caro fica fazer um display com grande densidade de pixels, mas parece que a Maçã não liga muito para isso. Ao que tudo indica, versões da linha iMac podem receber em breve telas Retina, ou quase isso.

A novidade é na verdade um rumor, isso porque a Apple não confirmou nenhuma informação a respeito disso, mas menções aos all-in-one da marca com resoluções bem acima das encontradas atualmente foram descobertas no código do OS X Yosemite, o novo SO da empresa.

Um leitor do Macbidouille disse ter encontrado essas menções no sistema operacional, o que incluiria modelos com telas nas seguintes resoluções: 6400x3600, 5760x3240 e 4096x2304. Isso, entretanto, não revela muita coisa, mas a maior resolução de um iMac atualmente é a de 2560x1440 em uma tela de 27’’. Com isso, a densidade de pixel fica em 100ppi, o que seria suficiente para ser uma tela Retina caso o usuário ficasse a mais de 70 cm do dispositivo, que não acontece.

Mas o que é "Retina" então?

Assim, para que e um iMac tivesse uma tela considerada Retina pela Apple — quando o olho humano não consegue mais distinguir os pixels na distância natural de uso do aparelho — ele precisaria contar com um display muito próximo do que é considerado 4K. Ou seja, algo bem improvável por enquanto.

De qualquer forma, não seria surpresa para ninguém se a Maçã anunciasse novos computadores para acompanhar a última versão do seu SO até o fim deste ano, como a empresa faz normalmente. Contudo, as especulações sobre a resolução das telas dos iMacs devem resultar em mais um bocado de rumores até lá.

Cupons de desconto TecMundo: