Em uma semana supermovimentada pelos corredores da Apple e algumas cabeças rolando por aí, muito se comentou sobre o que promete ser o verdadeiro lançamento do ano – o iPhone 4G. Além disso, os rumores de uma possível vinda da fábrica da Apple para o Brasil causaram muito que falar nessa terceira semana de abril. Se você não conseguiu acompanhar todas as novidades, dê uma olhada na nona edição Por dentro da maçã!

Cervejas, conversa fiada, iPhone 4G e a novela

Você é um funcionário da Apple que conseguiu seu protótipo do iPhone 4G. Bacana não é? Ter o smartphone do sonhos de muita gente antes de todos eles é mais do que um privilégio. Acontece que o seu aniversário é neste final de semana e você quer muito ir a um bar comemorar com os seus amigos.

Como você é o engenheiro responsável pelo software que transforma o iPhone em um telefone, propriamente dito, você testa tudo e carrega o aparelho junto consigo. Já é de se esperar que aquela muita gente que gostaria de ter o seu iPhone sabe, “celular de bêbado não tem dono”.

Pois foi exatamente isso que aconteceu com o engenheiro da Apple, Gray Powell. O rapaz decidiu comemorar o aniversário em um bar e, depois de algumas cervejas, percebeu que estava sem o iPhone 4G.

 

Pouco tempo depois, um dos editores americanos do Gizmodo (blog de tecnologia) contatou Gray Powell a respeito do telofone perdido. Porém, já era tarde demais. O novo iPhone já havia sido dissecado e apresentado em público. O smartphone foi conseguido quase a preço de ouro – 5 mil dólares!

Não é preciso dizer quanto o CEO da Appel, Steve Jobs, deve ter ficado bravo. Mesmo assim, ainda existem especulações sobre o que realmente aconteceu com este celular. Existem aqueles que defendem a tese de que ele foi roubado. Porém, outros afirmam que o aparelho foi encontrado em um bar, como já contamos acima.

Quanto mais tentam explicar o que aconteceu naquele dia 18 de abril, a situação piora. O assunto fica cada vez mais controverso porque até mesmo os próprios editores do Gizmodo discordam da maneira com que o acontecido foi relatado. De qualquer maneira, a polêmica está lançada!

Confira as imagens do novo objeto de desejo de boa parte dos fãs da Apple!

O segundo beta do iPhone OS 4  e o Jailbreak

É inevitável. Ao lançar um novo sistema operacional para iPhone, em pouco tempo o Jailbreak vem para desbloquear o aparelho. O anúncio do iPhone OS 4 animou bastante gente que vinha esperando as novidades da versão.

O segundo beta do sistema operacional já está disponível e o arquivo DMG tem cerca de 355 MB e traz boas novas como o multitasking, novos controles para música, maneiras diferentes de escolher o papel de parede. Entretanto, a questão do iTunes ainda não sincronizar pastas não foi resolvida nesta versão.

Pretende fazer o upgrade para o novo beta, pense duas vezes caso você utilize bastante o recurso de screenshots do seu iPhone.  Um bug bastante complicado ainda não foi resolvido. Trata-se da localização de imagens capturadas da tela do aparelho que não vão para o Camera Roll, como de praxe em qualquer iPhone. Talvez, uma solução um tanto paliativa para este problema seja o uso do Xcode.

 

Outra novidade interessante é a inserção de ícones ao lado das contas de email cadastradas no seu iPhone. Serviços como Yahoo!, AOL e Mobile.me receberam seus ícones. Só existe uma pergunta neste momento: e o Gmail? Seria este o sinal de mais uma desavença da Maçã com serviços populares? Ainda não é possível afirmar, já que se trata apenas da segunda versão beta do novo sistema operacional.

Como toda regra ganha uma excessão, os responsáveis por espalhar a “liberadade” de aplicativos aos usuários do iPhone já desenvolveram o Jailbreak para a próxima versão do sistema operacional do aparelho. Ainda assim, ela não é recomendada aos iPhoners do mundo. Tendo em vista os bugs e as pendências do segundo beta do OS 4, é melhor esperar até fazer o desbloqueio – caso você assim deseje.

Apps

Você deve conhecer a famosa “Vejinha”, não? Trata-se de um dos principais guias de consulta com bares e restaurantes do Brasil inteiro. E o que isso tem a ver com o iPhone? Bem... Acontece que agora toda a abrangência e as avaliações da Veja Comer & Beber agora podem ficar na palma da sua mão. O aplicativo para iPhone lançado na semana passada pela Editora Abril já ultrapassa os 20 mil downloads.

Veja as melhores dicas de bares e restaurantes!Use a câmera para discar!

Lembra da lista telefônica? Aquela com as páginas amarelas e tudo mais? Pois é, elas existem e agora têm integração com o seu iPhone. Esse tipo de recurso funciona graças ao Camera Dialer. O aplicativo reconhece números impressos em superfícies físicas e aciona o telefone do seu iPhone através da câmera! Incrível não é?

Um pomar no Brasil

A semana também veio com uma notícia interessantíssima para todos os brasileiros que sempre sonharam em comprar um computador, telefone ou qualquer coisa da Apple. Os altos preços e taxas de importação sobre os produtos da marca de Steve Jobs sempre fizeram dos produtos Apple o fruto proibido.

Ainda não há confirmação de que a empresa venha para o Brasil fabricar toda a linha de produtos. Mas existem boatos que indicam a possibilidade de a Apple e a Foxconn, fabricante da marca na China – que também tem uma fábrica em Jundiaí (SP), trazerem algumas novidades para o mercado de tecnologia no Brasil.

Apple no Brasil?

A ideia inclui produzir no país os MacBooks, iPhones e iPods – produtos de maior consumo no Brasil. A medida visa reduzir os custos e fazer com que a venda desses itens aumente ainda mais por aqui. Um exemplo bem sólido da redução desses custos é o iPhone. O produto sai da China para custar 70% a mais no Brasil. Com a produção em território nacional, esse número cai para apenas 10%.

Ter iPhones fabricados no Brasil é um passo muito importante para a Apple, que teve um dos menores índices de venda do aparelho neste país. Ao todo, a marca vendeu apenas 80 mil iPhones contra 9 milhões de aparelhos no mundo todo. É uma diferença muito sensível e que deve ser examinada com muita atenção.

Atenção senhores proprietários do iPod Shuffle VoiceOver...

A Apple chama para o recall dos fones de ouvido com controle do aparelho comprado entre fevereiro de 2009 e fevereiro de 2010. Os fones dos aparelhos com número de série de xx909xxxxxx até xx952xxxxxx e xx001xxxxxx a xx004xxxxxx apresentam alguns problemas.

Dentre eles estão o contato e a resposta dos botões, intermitência no funcionamento, aumento e reduções de volume inesperados e até mesmo a ativação do VoiceOver sem que o botão tenha sido apertado.

O programa de substituição desses componentes também abrange os iPhones e iPods que tenham fones de ouvido semelhantes. Porém, é preciso ter certeza de que os problemas apresentados sejam os mesmos listados acima.

A Apple Brasil conta que os centros de serviço estão autorizados a realizar trocas de fones ouvidos defeituosos. Você pode trocar desde que o seu iPod Shuffle tenha no máximo dois anos de compra.

Apple versus AMD

Mais uma polêmica ataca os belos campos do pomar.  Depois de anos de utilização de processadores Intel nos seus iMacs e MacBooks, a Apple tomou uma decisão que deu bastante pano para manga nesta semana. O motivo é aparentemente simples: a Intel vem enfrentando alguns problemas em fornecer a quantidade de processadores i5 e i7 de que a Apple precisa.

A troca de processadores ocasionaria vantagens tanto para a AMD quanto para a Apple. Isso é possível graças à superioridade em soluções SoC (sigla para System-on-a-Chip, ou seja, Sistema em um Chip) herdada dos especialistas da ATI – empresa pertencente à AMD. Assim, a qualidade de GPU dos computadores Apple despertariam ainda mais interesse em quem precisa de ferramentas profissionais para trabalhar com gráficos.

Apple e AMD?

Ainda existem rumores de que a Maçã compraria a AMD para que a produção de processadores permanecesse interna, como acontece com o recém-nascido iPad. O interesse em criar o hardware e software proprietários já acompanha a Apple há algum tempo. Talvez com essas medidas, uma nova “safra” de computadores esteja por vir.

Adaptadores Micro-SIM para iPad

Para quem não simpatizou muito com o iPad, aqui vai mais um motivo para achar suspeita a ação deste novo aparelho: a utilização de Micro-SIM. Em vez de possuir entrada para um cartão SIM normal – como aquele presente nos telefones celulares atualmente – o novo gadget usa o formato Micro-SIM.

A diferença está apenas no corte do plástico ao redor do chip. Com essa mudança de padrão, os usuários que pretendiam usar o mesmo chip para o iPad e o iPhone encontram problemas caso não tenham um adaptador. Ainda que seja maior que o smartphone da Apple, o iPad tem cartão menor – não faz muito sentido, mas tudo bem.

Este é o Micro SIMEste é o Mini SIM, o cartão normal!

Os preços dos adaptadores ainda não receberam seus números em reais, mas no exterior podem ser encontrados por aproximadamente 5 libras esterlinas por uma unidade ou 10 libras para cinco unidades (na Inglaterra); e preços que variam de 20 a 51 dólares americanos.

Falando em iPad...

A chegada da versão 3G do aparelho encomendados a partir do dia 19 de abril só chegarão aos seus destinos norte-americanos depois do dia 7 de maio. Isso acontece devido ao tempo até a conclusão da análise feita pela AT&T, nos Estados Unidos. Enquanto isso, fora daquele país, o tablet só deve chegar no final do mês de maio. Os países nos quais o iPad será vendido são: Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Suíça e Reino Unido.

iPad no exterior!

Briga de gente muito grande

Não poderia demorar muito tempo até que a “guerra” entre Apple, Google e Microsoft se mostrasse cada vez mais acirrada. Cada uma das grandes marcas tem produtos capazes de competirem entre si de maneira mais do que voraz. Atualmente, as rotas de colisão desses produtos e serviços estão cada vez mais visíveis e não demora muito até o circo pegar fogo.

A briga de gente grande!

Crédito: Gizmodo

Um exemplo muito simples disso está na briga pelo carinho do público com o iPhone, Windows Phone e Android. A mesma coisa acontece com os serviços de email do MobileMe, Hotmail e Gmail. Depois disso, é só tentar acompanhar os rivais que forem surgindo!

Muito bem. Este é o fim do Por dentro da maçã desta semana e também é hora de você dizer o que achou disso tudo! Semana que vem tem mais!

Cupons de desconto TecMundo: