Aparelho vão continuar coletando informações por enquanto. (Fonte da imagem: Divulgação/LG)

Depois de as TVs inteligentes da LG terem sido “pegas no pulo” com uma função que coletava informações dos programas assistidos pelos usuários, mesmo quando eles se negavam a ceder esses dados, a fabricante fez um comunicado explicando que pretende consertar o problema e se desculpou pelos possíveis incômodos que a ferramenta possa ter causado.

O problema da captação de metadados sobre os usuários das SmarTVs da marca foi descoberto por um desenvolvedor que, mesmo tendo ativado a opção que impedia esse procedimento de envio de dados, percebeu que a TV continuava coletando e enviando detalhes sobre sua rotina diária no aparelho. Com essas informações, a LG conseguia enviar propaganda e fazer sugestões para os usuários de forma direcionada e, até o momento, ninguém pode fazer nada para impedir isso.

O desenvolvedor descobriu ainda que a TV fazia um escaneamento no nome dos arquivos presentes em pendrives conectados ao dispositivo com determinada frequência. A LG admitiu que essa função também fazia parte da tentativa de melhorar o direcionamento de anúncios, mas que nunca chegou a implementar completamente tal função.

“A LG se desculpa por qualquer preocupação que esse problema possa ter causado e vai continuar trabalhando para alcançar todas as expectativas de nossos clientes e do público geral”, declarou a fabricante em comunicado oficial.

Uma atualização de firmware deve ser disponibilizada para todas as TVs que contam com essa função em algum momento no futuro para resolver a dificuldade. Ainda assim, a LG não deu qualquer prazo para tal.

Cupons de desconto TecMundo: