(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Qualquer coisa dita sobre um possível iPhone neste momento não passa de especulação, é claro. Entretanto, considerando a profusão de “pistas” liberadas juntamente com o recém-anunciado iOS 7, certamente é possível dar um pouco mais de corpo ao que, de outra forma, seria apenas mais uma inundação de rumores.

Foi exatamente o que fez o site CNET: elencou algumas possíveis escolhas da Apple para o seu próximo smartphone — todas devidamente ancoradas em novidades reveladas pelo novo sistema operacional. De fato, algumas adições do SO sugerem possíveis contrapartidas na forma de reestruturação de hardware. Vamos às quatro possibilidades que mais se destacam:

Melhorias na câmera

Na verdade, seria um tanto redundante afirmar que um novo iPhone poderia trazer melhorias de câmera — algo semelhante às previsões “profissionais” disparadas no início de cada ano. Entretanto, algumas alterações trazidas pelo iOS 7 realmente dão o que pensar.

O iOS 7 dá suporte para capturas de vídeo em até 60 fps (quadros por segundo). Vale lembrar que o padrão atual do iPhone é de 30 fps. Em outras palavras, a alteração permitiria que você capturasse o dobro de informação dentro do mesmo período. O CNET vai mais longe: considera a possibilidade de capturas em 1080p (Full HD).

(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

O resultado, de qualquer forma, seriam vídeos com andamento muito mais contínuo, sobretudo ao filmar objetos em movimento. Mas, além dos vídeos, o novo SO também oferece a possibilidade de registrar várias imagens consecutivas à mesma taxa de 60 fps.

As considerações vão ainda em direção ao um novo hardware. Embora, tecnicamente, o iPhone 5 seja capaz de dar suporte à referida velocidade, um novo processador de imagens deve ser necessário para que a sua bateria não seque depois de algumas poucas imagens ou de um vídeo particularmente longo. Por fim, melhorias simultâneas de hardware e software podem bem ser a receita para uma melhoria sólida nos registros de imagem do iPhone.

Um novo sensor de movimento

Conforme é sabido, o iOS 7 oferece suporte a um inclinômetro. Trata-se de um sensor que permite medir inclinações, elevações ou declínios, tomando como parâmetro a força exercida pela gravidade.

Embora não tenha ficado claro até o momento se a intenção da Maçã é incluir um novo sensor ou simplesmente fazer leituras por meio das ferramentas já existentes, a possibilidade de um novo hardware poderia oferecer diversas aplicações inéditas de utilidade bem razoável.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Conforme lembrou o referido site, a adição de um novo sensor permitiria, por exemplo, que se alterasse a perspectiva em um mapa tridimensional. Também seria possível registrar a sua altitude em um programa de exercícios. É claro que se trata apenas de especulação. Entretanto, considerando-se que o Galaxy S4 passou a incluir um barômetro e um sensor de umidade, não parece tão arriscado acreditar que a Apple possa seguir pelo mesmo caminho.

Um novo botão toggle

E as especulações seguem pelas questões estéticas, é claro. Entre as possíveis mudanças, considera-se que a Apple pode optar por um novo botão toggle. Em lugar da chave seletora em formato de barra, a fabricante poderia optar pelo modelo arredondado que, de fato, já é encontrado há tempos em aplicações internas do aparelho. Além disso, um formato semelhante pode ser encontrado no iPad Mini.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Sem interesse no NFC

Parece um despropósito acreditar que qualquer aparelho atual poderia desfazer de bom grado da tecnologia NFC (Near Field Communication). Afinal, trata-se de uma tecnologia relativamente segura, a qual permite que dois aparelhos troquem informações quando postos em contato — permitindo assim pagamentos, acessos, recargas etc.

Entretanto, vale lembrar que a Apple tem seu próprio protocolo semelhante, o AirDrop, utilizado para trocar conteúdos entre dois aparelhos sem a necessidade de uma rede wireless. Bem, mas e os pagamentos? Sempre se pode contar com o Passbook, é claro.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Ademais, o sujeito que puxa as cordas do iOS atualmente, Craig Federighi, disparou durante a WWDC que “não há necessidade de sair pela sua sala batendo telefones”. Isso sugere, é claro, que a Apple realmente não anda interessada no NFC.

E por aí vai...

É claro que, tratando-se da Apple, a fonte de rumores não se esgota nunca. De fato, entre possibilidades sólidas e obviedades gritantes, há ainda quem considere que o próximo iPhone trará uma tela maior, assim como novas possibilidades de cores e carregamento wireless.

Cupons de desconto TecMundo: