A Google informou que, a partir do dia 2 de julho, a versão web do Gmail passará a suportar a tecnologia AMP em dispositivos móveis, como smartphones e tablets, e para todos os usuários.

AMP ou Accelerated Mobile Pages (páginas aceleradas para dispositivos móveis, em tradução livre) é um padrão de tecnologia criado a partir da iniciativa de empresas como Google, LinkedIn, Pinterest e Twitter com o objetivo de otimizar páginas web para o carregamento quase instantâneo em gadgets móveis.

O Gmail AMP já tinha sido testado no início de 2019 como parte de uma versão Beta da G Suite, portanto somente entre clientes corporativos.

Gmail turbinado

Com o Gmail AMP, sua caixa de entrada se tornará dinâmica. Em outras palavras, será possível interagir com páginas e aplicações web sem a necessidade de abrir links recebidos nas mensagens em uma nova aba.

Fonte: Google

Será possível, por exemplo, confirmar presenças em reuniões e eventos, responder a pesquisas, preencher formulários, confirmar a edição de documentos do Google Docs, navegar em galerias de imagens no estilo carrossel, entre outros.

No início deste ano, a companhia já havia liberado o envio de emails dinâmicos para alguns de seus parceiros, mas a lista era bem limitada. Para que ela cresça, a Google ainda precisa checar as configurações de privacidade de cada novo parceiro.

Vantagens

De imediato, podemos dizer que o novo recurso ajudará bastante na produtividade, principalmente no dia a dia de pessoas que trabalham checando vários emails diariamente. Tarefas como editar documentos e alterar reservas de hotéis ficarão mais fáceis e práticas e não será necessário abrir abas extras e esperar as páginas carregarem, o que, no fim do dia, pode render uma boa economia de tempo e trabalho.

No entanto, vale lembrar que o Gmail AMP só funcionará na versão web aberta a partir de smartphones e tablets. Não há previsão para que o recurso seja implementado na versão para PC.

Cupons de desconto TecMundo: