O grupo Turner, controlado pela WarnerMedia (que era Time Warner antes da aquisição pela AT&T), vai desligar os canais Esporte Interativo nas operadoras de TV paga. As próximas temporadas da Champions League e da Série A do Brasileirão serão então realocadas para os canais Space e TNT e os programas do Esporte Interativo seguem no Facebook, InstagramYouTube e no seu próprio app, assim como no streaming do EI Plus.

A mudança faz parte de um enxugamento no quadro geral de funcionários. Segundo o Telaviva, dos 300 colaboradores, apenas 120 profissionais deverão ser mantidos para os produtos digitais e para as exibições no modelo superstation — que mescla filmes, séries e programas de variedades com esportes.

Sete clubes fazem parte do acordo de seis anos para transmissão do Brasileirão (Atlético-PR, Bahia, Ceará, Inter, Palmeiras, Paraná e Santos) e o restante dos times da Série A fecharam com a Globo. No caso da partida de equipes que assinaram com grupos diferentes, será necessário um acerto para que ambos os grupos possam exibir esses jogos.

ESPORTE INTERATIVO

Já o contrato com a Champions League dura três anos e os confrontos devem ser distribuídos no Space e no TNT e nas plataformas digitais. A Copa do Nordeste, a Série C do Campeonato Brasileiro e o Campeonato Brasileiro de Aspirantes da CBF continuam, pelo menos por enquanto, sem uma “casa”. Os dois canais lineares do Esporte Interativo começam a exibir programação em loop até sair definitivamente do ar, em um mês.