YouTube começou a testar nesta semana no Brasil a possibilidade de salvar vídeos offline em dispositivos Android para que o usuário possa assisti-los depois, mesmo sem conexão com a internet. A novidade segue o exemplo do app da Netflix, que permite o download para consumo posterior de boa parte de seu catálogo.

Os usuários selecionados para o experimento por aqui começaram a ver um botão chamado “Salvar” na tela de execução de vídeos. Tocando ali, eles podem fazer o download em três opções de qualidade: baixa (144p), média (360p) e HD (720p). Infelizmente, não parece ser possível fazer o download em Full HD (1080p).

A interface do YouTube ainda mostra o quanto de espaço o download do vídeo vai ocupar no smartphone. É interessante que, mesmo ao assistir ao conteúdo sem conexão com a internet ativa, os anúncios da plataforma de vídeos da Google são exibidos normalmente, o que indica que a publicidade é baixada junto com os clipes.

Estamos testando o YouTube Go no Brasil com uma amostra limitada. Ainda não temos previsão de lançamento

Não sabemos se existem limites de tamanho ou de tempo de vídeo para o download, mas os itens baixados “vencem” em 48 horas. Em outras palavras, se você não assistir ao que baixou em dois dias, o download é automaticamente eliminado do aparelho. Ao Tecnoblog, a Google confirmou que a função de fato está sendo distribuída em caráter experimental no Brasil. “Estamos testando o YouTube Go no Brasil com uma amostra limitada. Ainda não temos previsão de lançamento”, disse o porta-voz da empresa.

Essa menção ao “YouTube Go” por parte da Google pode indicar que a empresa planeja lançar o esse app específico do YouTube no Brasil. Na Índia, ele permite que os usuários baixem os vídeos para ver offline e compartilhem o conteúdo com outros usuários do YouTube Go mesmo sem internet disponível. Não sabemos se essa segunda funcionalidade chegará ao nosso país, mas, como o mercado por aqui é consideravelmente diferente do indiano, talvez a Google ache necessário apenas disponibilizar a opção “Salvar”.

A versão do YouTube para Android em que essa nova função começou a aparecer é a 12.45.56, mas a novidade é ativada por servidores, e só está disponível para uma pequena parcela de usuários que usam essa build do app. Se você recebeu o recurso, conte para gente na seção de comentários como é a experiência.

Cupons de desconto TecMundo: