Sabe aquele seu bichano que adora sair de um cômodo só para te irritar, pedindo para entrar novamente? Agora não precisa mais ficar controlando a entrada: a Microsoft, em uma demonstração de seu sistema operacional para a Internet das Coisas (ou Internet of Things — IoT), o Windows 10 IoT Core, exemplificou a montagem de uma estrutura para reconhecimento facial dos animais de estimação.

Brincadeiras à parte, esse esquema pode mesmo ser útil para os pets transitarem livremente, de forma mais segura. A porta foi equipada com uma webcam, sensores infravermelhos de movimento,  motores, um software de identificação e uma mini placa-mãe Minnowboard Max, ambos de baixo custo e código aberto.

Quando o animalzinho quer entrar, ele dispara a varredura de movimentos, que então liga a câmera. Ela registra a face e consulta a biblioteca livre OpenCV, treinada para encontrar detalhes cadastrados de seu felino ou cãozinho. Se as informações baterem, então ele fica liberado para passar. Confira o vídeo:

A ideia é, claro, mostrar para desenvolvedores e entusiastas o poder e a simplicidade do Windows 10 IoT Core, que pode então ser customizado para diversas outras experiências. Se você se interessou pelo projeto, pode montá-lo por conta própria com todas as instruções disponíveis no hackster.io.

Cupons de desconto TecMundo: