A direção do SoundCloud pediu que um grupo de internautas chamado “The Archive Project” parasse de baixar o conteúdo da plataforma para arquivamento público. O grupo começou a salvar tudo o que há no serviço de streaming depois que rumores sobre o fechamento da empresa responsável começaram a aparecer na internet. A intenção desse pessoal, portanto, era baixar e colocar novamente online todo o site antes que ele parasse de funcionar.

Depois que o SoundCloud realizou demissões em massa, informações sobre o futuro da empresa começaram se espalhar na internet. A maioria dos reportes falava que a empresa fecharia em apenas 50 dias e que as demissões não ajudariam efetivamente a manter a companhia aberta.

Segundo o The Archive Project, todo o conteúdo do SoundCloud pesava cerca de 900 TB, o equivalente a 123,6 milhões de faixas. O projeto é composto por uma série de voluntários que oferecem parte de seu espaço de armazenamento local e um pouco de banda da sua conexão com a internet para manter o The Archive Project funcionando. Entre os sites que já foram salvos pelo grupo temos GeoCities, TwitPic e Google Video.

Ontem, entretanto, o coordenador do projeto, Jason Scott, informou via Twitter que “o arquivamento do SoundCloud seria interrompido imediatamente”. Ao site Motherboard, o serviço de streaming emitiu a seguinte nota:

“O SoundCloud está dedicado a proteger os direitos e o conteúdo dos criadores que compartilham seu trabalho na nossa plataforma. Nós pedimos que o Archive Team interrompesse seus esforços uma vez que qualquer ação para tirar conteúdo do SoundCloud viola nossos termos de uso e infringe os direitos dos nossos usuários.

Mas o que realmente importa é que a música e os sons de todos os usuários estão a salvo no SoundCloud. A plataforma não está sendo fechada, não em 50 dias, não em 80 dias nem em qualquer momento do futuro próximo”.

Portanto, pelo menos por enquanto, o SoundCloud está livre se tornar mais um grande site morto que fez sucesso na web. Ainda assim, na semana passada, um usuário do Reddit afirmou já ter baixado todos os 900 TB do SoundCloud, mas não esclareceu para que fins utilizaria os arquivos.