Em uma carta a seus investidores, a Netflix anunciou hoje que conseguiu 5,2 milhões de novos assinantes durante o segundo trimestre de 2017. Com isso, a companhia ultrapassou com folga a marca dos 100 milhões de clientes pelo mundo alguns meses antes do esperado.

No mesmo comunicado, a empresa explicou que arrecadou uma receita de US$ 2,78 bilhões nesse período. Desse montante, "ficaram sobrando" US$ 66 milhões de lucro. Apesar de pequena, essa soma é quase 50% maior do que o reportado no mesmo período do ano anterior.

Mesmo com esses valores, o que realmente impressionou os investidores foi o número de assinantes. Agora com 103,95 milhões de clientes, a empresa é de longe a líder mundial em assinantes pagos para um serviço de streaming de vídeo e não há concorrentes de peso com crescimento que possam ameaçar sua posição no momento.

Originais

Fora isso, a companhia explicou ainda o motivo para ter gastado tanto em produções originais e aponta suas séries e filmes exclusivos como principal motor de crescimento. O foco para os próximos trimestres é o lançamento de mais filmes próprios na plataforma e tentar desafiar a cultura de estreias de Hollywood, que ainda não aceita lançar suas obras nos cinemas ao mesmo tempo que em plataformas como a Netflix.

Seja com for, a empresa reportou que colocou no ar nesse trimestre 14 novas temporadas de séries originais, 13 comédias e especiais originais, 9 filmes originais para TV e 7 temporadas de séries infantis originais, entre outros números. Em essência, esse grande ritmo de lançamentos deixa a plataforma mais movimentada e atraente e também rendeu inúmeras indicações a prêmios do Emmy Awards.

Cupons de desconto TecMundo: