Enquanto muitas empresas parecem ter acelerado o desenvolvimento de seus tablets para competir com o poder de mercado do iPad, a Intel parece fazer pouco esforço para desenvolver a plataforma para o gadget.

O MeeGo para tablets, que foi exibido inicialmente em junho de 2010, reaparece na MWC 2011 com poucas alterações e melhorias. Visualmente, as mudanças são praticamente imperceptíveis.

A Intel afirma que trabalhou na melhoria dos códigos (mudando, inclusive, a linguagem utilizada, C++ para QML). A plataforma que estava em versão pré-Alpha na Computex (ver vídeo) agora está em versão Alpha.

No entanto, ainda há um longo caminho para que ela chegue aos usuários. São poucos aplicativos, sendo que a maioria dos ícones leva à página do navegador. O browser (baseado no código-fonte Chromium) também merece destaque negativo, pois não aceita multitoque para facilitar o zoom (movimento de pinça).

A Intel afirma que já está trabalhando para deixar o navegador mais rápido e que, em breve, uma versão do Swype será inclusa no MeeGo. Além disso, a AppUp Store deve fazer parte do SO, para distribuir aplicativos.

A interface é dividida em “My tablet” (organização de arquivos), “Friends” (email e Twitter), “Music”, “Video” e “Web”. Tudo ainda é muito simples e a Intel não tem um prazo para apresentar a versão final.

Cupons de desconto TecMundo: