É só aparecer um novo jogo na mídia para que logo comecem as discussões sobre qual é a melhor plataforma para rodar os games. Uns defendem os consoles mais modernos, outros preferem os computadores equipados com placas de vídeo poderosas e muita memória RAM. E há ainda aqueles que preferem os video games mais antigos, dizendo que diversão deve ser mais importante que beleza gráfica.

Qual seria realmente a melhor plataforma? O Tecmundo foi atrás das especificações mais poderosas já utilizadas por um computador para games e as colocou frente a frente com o video game da Sony, o PlayStation 3. Você já tem o seu favorito? Saiba que as diferenças de hardware entre eles são enormes.

A supremacia dos computadores

Quando o PlayStation 3 foi lançado, ele trazia a melhor placa gráfica de sua época. O problema é que seis meses depois ela já não era a mais avançada. Os consoles perdem muitos pontos por não permitirem upgrades em seus sistemas e, por essa razão, não permanecerem muito tempo com especificações top de linha.

Por outro lado, isso garante que os donos de video games nunca precisem se preocupar com “será que isso roda no meu console?”. Exatamente, um video game comprado em 2006, por exemplo, pode rodar um jogo que acabou de ser lançado. Como o sistema é fechado, as configurações são padrão e não existem discrepâncias entre o desempenho de dois aparelhos diferentes.

Mas em números, não há como os atuais consoles competirem com computadores. Capacidade de armazenamento, processadores gráfico e central e memória são muito mais poderosos nos PCs mais modernos. É verdade que, para se obter o melhor de um computador, são necessários investimentos muito pesados, mas os resultados são realmente superiores.

Outro ponto em que os computadores são superiores é a resolução máxima permitida. Enquanto os video games podem apresentar até 1920 x 1080 pixels (e poucos jogos oferecem suporte para isso), os computadores com placas de vídeo mais modernas podem conectar vários monitores com resoluções e funções independentes.

O jogo Crysis 2, por exemplo, quando rodado com a placa AMD Radeon HD 6990, pode ser jogado com três monitores ligados em sequência, por meio da tecnologia Eyefinity. Isso garante uma visão panorâmica para os jogadores, que desfrutam de muito mais realismo com um dos games mais exigentes da atualidade.

Quando os consoles são superiores?

Há uma série de vantagens oferecidas pelos consoles. Com menos de um terço do valor cobrado para se montar um computador top de linha, pode ser adquirido um dos consoles mais poderosos (Xbox 360 ou PlayStation 3). Além disso, até que a plataforma saia de catálogo, novos jogos serão lançados e rodados com o máximo da qualidade oferecida.

Como o hardware dos consoles é fechado, os desenvolvedores de jogos conseguem desenvolver títulos completamente direcionados para extrair o máximo da potência de cada componente do sistema. Outra vantagem está nos controles, que são muito mais anatômicos e intuitivos do que teclados e mouses. Gamers mais assíduos costumam utilizar controles desses até mesmo nos computadores.

.....

Como você pode perceber, os computadores estão, atualmente, muito mais avançados do que os video games. Quando a nova geração surgir, ela vai ser portadora das placas de vídeo e processadores mais avançadas, mas em pouco tempo serão novamente superadas.

Mas ainda hoje há muitos jogos que não apresentam muitas diferenças entre as plataformas. Até porque são poucas as pessoas que dispõem de recursos para montar um computador de última geração. Por essas razões, é possível que demore um bom tempo até que os video games fiquem realmente obsoletos em relação aos PCs.

Infográfico por: Diogo Saito Takeuchi

Cupons de desconto TecMundo: