Pesquisadores da Universidade de Ciência e Tecnologia do Missouri, EUA, criaram um novo procedimento de impressão. Eles desenvolveram um equipamento que é basicamente uma impressora para elementos microscópicos. Ela pode imprimir imagens coloridas em "alta definição" em superfícies especiais e pequenas o suficiente para se tornarem invisíveis a olho nu.

O método utilizado, entretanto, é bastante diferente e não requer tinta. Buracos microscópicos são feitos em um material constituído de uma camada de sílica envolta por duas de prata. Esse material pode ser produzido em espessuras de até 170 nanômetros e aplicado em outros objetos.

Com essas informações, você deve estar se perguntando como que as imagens conseguem ficar coloridas nessas condições. Pois bem, saiba que as cores são obtidas a partir de um truque de luz. Dependendo da forma como os buracos são perfurados, seu padrão de organização e proximidade um do outro, a luz reflete de uma forma diferente no material.

Até agora, os pesquisadores já descobriram os padrões que resultam em dourado, verde, laranja, magenta, ciano e azul marino. Basicamente, já é possível imprimir imagens com poucos padrões de cores diferentes, mas ainda é necessária uma boa evolução para chegar aos padrões industriais atuais.

Cupons de desconto TecMundo: