(Fonte da imagem: Reprodução/Waz)

Há alguns anos, impressoras 3D eram equipamentos exclusivos para a utilização em fábricas e somente pelas empresas que tinham a autorização correta para o uso delas. No entanto, em 2009, diversas patentes venceram e esses aparelhos puderam ser vendidos para qualquer tipo de pessoa — por mais que o preço ainda seja relativamente alto.

Acontece que, agora, outra “rodada” de patentes está para vencer, de modo que é bem provável que as impressoras 3D sofram algumas melhorias em um futuro próximo. Por conta disso, há grandes chances de que uma tecnologia chamada Selective Laser Sintering (SLS) comece a ser utilizada em larga escala.

Com isso, as impressoras 3D disponíveis no mercado vão poder criar objetos com uma qualidade bem maior — a definição dessas criações deve melhorar bastante, sem resultar em “traços” serrilhados e perda de detalhes. Contudo, não há como confirmar esses boatos, sendo necessário esperar até que notícias mais concretas sejam divulgadas.

Cupons de desconto TecMundo: