Segundo informações do site G1, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) divulgou nesta semana algumas resoluções que reduzem o imposto de importação de 166 produtos importados que não possuem similar em produção nacional. A lista inclui máquinas, equipamentos para produção e bens de informática.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, os impostos nessa categoria em média ficam entre 14% e 16% e com a nova resolução podem chegar a 2%. Em relação aos investimentos globais, os principais setores contemplados foram: siderúrgico (45%), autopeças (11%), bens de capital (7%), naval e náutico (5%), e alimentício (3%).

Porém, se você está pensando que isso vai impactar diretamente nos seus eletrônicos preferidos, não se anime muito. A lista com alguns produtos pode ser conferida neste link do Diário Oficial da União. A desoneração inclui equipamentos para parques de diversão, seringas descartáveis e preservativos femininos.

Vale lembrar que no início desta semana a presidente Dilma Rousseff sancionou uma Lei que prevê o aumento de impostos como PIS e Cofins para produtos importados, medida essa que deve impactar diretamente no bolso dos brasileiros a partir do último trimestre de 2015.

Direito antidumping

Outra resolução da Camex prorroga ainda o “direito antidumping”, taxa que é aplicada sobre a importação de produtos cujo custo fique muito abaixo do mercado com o objetivo de eliminar a concorrência. Nesse caso específico, é preciso acrescentar uma sobretaxa de US$ 4,55 por quilo sobre as importações de seringas descartáveis de uso geral originárias da China.

Cupons de desconto TecMundo: