A Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC) anunciou na última sexta-feira (10) a realização de sete editais ainda para o primeiro semestre de 2017. A medida pretende direcionar recursos para promover oportunidades no setor de audiovisual. Dois dos editais são inéditos: o primeiro, para o desenvolvimento da “juventude vlogueira”, na forma de canais cuturais na web; o segundo tem como foco a criação de aplicativos culturais.

Segundo Mariana Ribas, secretária do Audiovisual, "os editais são a forma mais democrática de selecionar projetos. Na SAv, procuramos valorizar os novos talentos e os potenciais regionais. Nesse sentido, buscamos a inovação com editais voltados para a plataforma web (canais web e aplicativos), bem como a continuidade da presença da mulher na produção audiovisual, por meio do edital de curta metragem na modalidade Carmem Santos".

Mariana Ribas, secretária do Audiovisual, no RioContentMarket

Foco nas mulheres

A SAv pretende estabelecer uma comissão paritária de gênero para seleção de editais para dar um olhar mais igualitário na avaliação das obras

As mulheres também vão ganhar uma atenção especial do MinC, com uma modalidade do edital Curta-metragem feita especialmente para projetos encabeçados pelo gênero feminino. Em 2013, esse edital de cinema contemplou 16 obras audiovisuais de curta e média metragem dirigidas por mulheres. Neste ano, a SAv pretende estabelecer uma comissão paritária de gênero para seleção de editais para dar um olhar mais igualitário na avaliação das obras.

Mais informações sobre a quantidade de vagas e o valor destinado a cada edital serão divulgadas em breve pelo MinC.

Cupons de desconto TecMundo: