Por meio de seu perfil oficial para o AdWords no Google+, a Gigante das Buscas anunciou que suas plataformas de anúncios Display Network e DoubleClick Digital Marketing (DCDM) vão começar a eliminar gradualmente o uso de Flash em favor do HTML5. Do começo de julho até o final de 2016, a empresa vai passar a impedir que os anunciantes façam upload de propagandas em Flash em ambos os sistemas.

Depois disso, a partir de 2 de janeiro de 2017, a Google afirma que mesmo os anúncios em Flash já existentes na Display Network e na DCDM vão deixar de funcionar. Isso, no entanto, vale apenas para propagandas estáticas, já que comerciais em vídeo baseados na tecnologia mais antiga continuarão funcionando normalmente – ao menos por agora. Enquanto isso, a companhia de Mountain View indica algumas ferramentas para estimular a adoção do HTML5.

A atitude da Gigante das Buscas é consequência dos anos de críticas às incontáveis brechas de segurança abertas pelo Flash. Em setembro do ano passado, o Chrome já começou a bloquear alguns anúncios com a tecnologia. O Firefox também prometeu eliminar o suporte ao formato até o final de 2016, e até mesmo a Adobe vem tentando se distanciar um pouco da imagem ruim do seu produto, renomeando seu app Flash Professional para Animate CC.

O que você acha do fim iminente do Flash? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: