(Fonte da imagem: Reprodução/Geeky Gadgets)

Informações publicadas nesta semana pelo site CNET afirmam que a Google está sendo acusada de violar leis antitruste – o que caracteriza concorrência desleal. O processo teve origem na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e alega que a empresa tem utilizado Mobile Applications Distribution Agreements (“acordos de distribuição de aplicativos mobile”, em tradução direta) para forçar consumidores a utilizarem os seus aplicativos.

“Como a Google bem sabe, os consumidores não sabem como mudar ou se terão problemas ao mudar a ferramenta-padrão de buscas em seus aparelhos. Isso significa que os consumidores vão utilizar o Google de qualquer forma, o que o coloca numa posição confortável perante os seus concorrentes”, detalha o texto do processo encaminhado à justiça.

Em nota oficial, a Google se manifestou afirmando que o Android pode ser utilizado sem a busca do Google. “Qualquer um pode usar o Android sem o Google e qualquer um pode usar o Google sem o Android. Desde a introdução do Android no mercado, os consumidores ganharam mais opções de escolha a um custo menor”, explicou a companhia. O processo ainda não tem data para ser analisado.

Cupons de desconto TecMundo: