A Google anunciou nesta quarta-feira (3) em seu Centro de Engenharia localizado em Belo Horizonte os 24 projetos vencedores do programa Bolsas de Pesquisa Google para a América Latina. 17 projetos brasileiros estão entre os escolhidos, que também incluem iniciativas da Argentina (1), Chile (2), Colômbia (1), México (2) e Peru (1).

Os professores e estudantes de pós-graduação premiados vão receber bolsas de estudo mensais para conduzir pesquisas em áreas relacionadas à Ciência da Computação. Ao todo, vão ser destinados mais de 600 mil dólares (R$ 1,9 milhão) à premiação. “Os projetos ganhadores se destacam em termos de impacto, originalidade e qualidade, e estão dentro das áreas chave de interesse para o Google”, afirma Berthir Ribeiro-Neto, diretor de engenharia do Google no Brasil.

Em 2016, o programa de bolsas recebeu 473 inscrições de 13, quebrando os recordes estabelecidos pelas edições anteriores. Os participantes foram analisados por uma comissão do centro de engenharia do Google Brasil em Belo Horizonte — como elemento em comum, os vencedores buscam aplicar a tecnologia na resolução de problemas em áreas como saúde, meio ambiente, cultura e acessibilidade.

Os prêmios preveem ajudas mensais de US$ 1,2 mil para os estudantes de doutorado, enquanto os professores que assessoram os projetos receberam US$ 750. Já os estudantes de mestrado recebem US$ 750, enquanto seus orientadores ganham US$ 675. As ajudas têm previsão de duração inicial de um ano, podendo ser renovadas em até dois anos para estudantes de mestrado e três para os de doutorado.

Cupons de desconto TecMundo: