Chrome e Firefox propõem novas opções para prevenir monitoramento para anúncios

1 min de leitura
Imagem de: Chrome e Firefox propõem novas opções para prevenir monitoramento para anúncios
Avatar do autor

Chrome        Firefox

Depois de muita pressão do órgão FTC (Federal Trade Comission, que lida com proteção ao consumidor nos Estados Unidos), o Google Chrome e o Mozilla Firefox anunciaram mudanças em suas opções de segurança para publicidade.

Para que você não receba mensagens direcionadas, ou seja, aquelas enviadas depois que os remetentes fazem o monitoramento de seus cookies e hábitos na web, os dois navegadores atacaram o problema de formas diferentes.

O Chrome criou uma extensão chamada “Keep My Opt-Outs”, que dá a possibilidade dos usuários gerenciarem as propagadandas que se vê na web. Dessa forma, você deve visualizar anúncios repetidos e que não sejam relevantes para você, uma vez que suas informações estarão protegidas da visualização de empresas do ramo.

Complemento para o Chrome

Por enquanto, a extensão está disponível apenas para usuários do Chrome, entretanto, espera-se que ela seja liberada também para outros navegadores.

Já a solução do Firefox é a utilização de cabeçalhos HTTP para avisar tanto o site quanto a rede de propagandas que o usuário não quer a divulgação dos dados. Dessa forma, a rede de propagandas envia apenas anúncios genéricos. A opção da Mozilla ainda está em fase de desenvolvimento.

Esquema do Firefox para as propagandas

Fonte da imagem: Mozilla

As soluções são mais uma iniciativa para o combate ao vazamento de informações na web, uma vez que sites podem vender esse tipo de conteúdo para outras empresas sem o conhecimento do próprio usuário.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Chrome e Firefox propõem novas opções para prevenir monitoramento para anúncios