Depois de anos investindo em outro mecanismo, a Google finalmente decidiu ouvir seus usuários mais entendidos e adotar um padrão que fornece suporte tanto à navegação via mouse quanto a por toque no Chrome. A ideia é melhorar a performance incômoda de versões do navegador na hora de fazer a rolagem de páginas e no suporte em geral ao touch, começando a utilizar o padrão chamado Pointer Events.

Tradicionalmente, a Google se concentrou em dar suporte aos Touch Events, um método usado pela Apple no Safari. Enquanto isso, a Microsoft introduziu a alternativa no Internet Explorer e ela foi adotada também pela Mozilla e Opera. De acordo com a gigante das buscas, foi o feedback da sua comunidade de usuários que fez com que ela decidisse trocar um padrão pelo outro.

Se a alteração for feita com sucesso, a rolagem de páginas e as interações por meio de toque devem melhorar em todas nas versões do Chrome para todas as plataformas. Segundo o engenheiro de software da Google Rick Byers, a medida deve “tratar a principal duradoura fonte de entraves no início das rolagens que costumamos ver no Android”.

Fruto de colaboração

Como a gigante das buscas ainda deve levar algum tempo para desenvolver o suporte ao padrão e testá-lo nas versões Nightly e Weekly do Chrome, é provável que ainda vá demorar um pouco até que os usuários do navegador vejam melhorias nesse sentido. Embora a Google e a Microsoft já tenham se desentendido com relação a muitas coisas no passado, as equipes de ambas as empresas vêm colaborando nesse assunto.

Segundo Byers, “Jacob Rossi, da equipe do IE, vem sendo bastante prestativo” em ajudar o grupo responsável pelo Chrome no processo de adoção dos Pointer Events. Há alguns dias, o engenheiro da gigante das buscas retuitou uma foto no Twitter em que sua equipe e a do navegador da empresa de Bill Gates apareciam tomando alguns drinks juntos. “Prova de que times de browser da Microsoft e Google têm amor um pelo outro”, diz a legenda da fotografia.

Cupons de desconto TecMundo: