Enquanto a galera que usa o navegador da Google em desktops ou notebooks sofrem com a quantidade de memória que o programa abocanha do sistema, a turma dos smartphones pode se preparar para boas surpresas vindas da versão do browser para sua plataforma. De acordo com um anúncio feito pela equipe responsável pelo desenvolvimento do app, o Chrome mobile acabou de receber uma atualização que torna a recarga de páginas consideravelmente mais rápida.

Como é possível conferir no vídeo abaixo, publicado no YouTube na última terça-feira (24), a mudança é visível e pode ser sentida na pele por qualquer um que resolver dar o famoso “reload” em um site que esteja visitando no momento. Segundo o time da Google, a melhoria fica na casa dos 28% quando comparada com a build anterior do aplicativo, com o truque funcionando graças a uma redução de 60% das requisições feitas pelo programa durante o uso do comando.

A explicação é relativamente simples. Quando você pede que o navegador recarregue uma página, ele geralmente checa primeiro se não há versões em cache nos servidores da web para uso imediato, resultando em centenas de pedidos e respostas vindas de dezenas de domínios ao longo do caminho. Quando isso acontece em computadores ou, mais precisamente, em conexões banda larga, a operação ocorre de forma veloz e quase sem engasgos.

No entanto, basta adicionar a internet mobile e o hardware mais compacto para que comecem a surgir lentidões, problemas de latência e diminuição de desempenho. Para contornar isso, os desenvolvedores simplificaram a recarga de sites no ambiente móvel, fazendo requisições apenas para componentes-chaves e carregando normalmente o restante dos elementos. Para a Google, isso também deve diminuir o consumo de energia e de banda do seu gadget – o que é sempre uma boa notícia para quem briga diariamente com seu plano de dados.

Cupons de desconto TecMundo: