Mesmo que a Atualização de Aniversário do Windows 10 tenha adicionado uma série de novidades para o Edge, os navegadores da Microsoft continuam a perder espaço no mercado. Isso — e a queda de popularidade do Firefox — está permitindo que a Google e seu Chrome estabeleçam um domínio cada vez maior sobre o mercado de navegadores.

Segundo informações da Net Applications, os navegadores Edge e Internet Explorer diminuíram em 2,15% sua participação de mercado em agosto deste ano. Com isso, os aplicativos passam a ser usados por somente 32,54% dos usuários cujos hábitos de uso são medidos pela empresa.

O domínio do Chrome só tende a aumentar

Já o Google Chrome ganhou 3,02% do mercado, sendo usado por 53,97% daqueles que navegam pela rede mundial de computadores. Entre os motivos para isso está o fato de que, após a Microsoft abandonar o suporte para navegadores anteriores ao Internet Explorer 11, muitos dos usuários de softwares mais antigos decidiram simplesmente abandonar o meio-ambiente criado pela companhia.

Outra empresa que passa por dificuldades é o Firefox, que teve uma queda de 0,4% em sua participação, que atualmente chega a somente 7,69% dos usuários. Caso as tendências se mantenham, o navegador pode ser usado por somente 5% das pessoas em março de 2017, período em que o IE e o Edge devem ficar com menos de 25% do mercado, que pode ver o Chrome alcançando 66% da base de usuários.

Cupons de desconto TecMundo: