A Samsung deve apresentar ao mundo o seu novo top de linha já no começo de 2016, e, por conta disso, uma enxurrada de rumores e supostos vazamentos já pipocaram na web até agora. Sendo assim, nós trouxemos para você uma compilação do PhoneArena de praticamente todos os rumores consistentes já publicados por aí acerca do vindouro Galaxy S7.

Pelo que tudo indica, o smartphone deve trazer um recurso muito esperado: a volta do espaço para cartões micro SD, mas a bateria removível não voltará das cinzas. Por outro lado, espera-se que a marca inclua o padrão USB-C no smartphone, o que vai permitir carregar toda a bateria com apenas 30 minutos de conexão na tomada. Confira as supostas novidades:

Tela sensível à pressão

De acordo com o jornal The Wall Street Journal, o Galaxy S7 – o próximo smartphone top de linha da Samsung – deve ser lançado com uma tecnologia capaz de sentir a pressão aplicada sobre o display do dispositivo. Essa é um recurso que já está presente no iPhone 6s da Apple, funcionalidade batizada de 3D Touch e capaz e fazer o aparelho responder conforme a intensidade do toque na tela.

Acredita-se ainda que o display do S7 deva ter o mesmo tamanho do encontrado no S6, 5,2’’, ou algo muito similar. A resolução deve ficar mesmo nos 2K.

Suposta patente da Samsung para sensibilidade à pressão

USB Tipo-C

Espera-se ainda que o novo top de linha da Samsung traga o novo padrão USB-C. Com isso, será possível carregar a bateria do smartphone muito mais rapidez. Especulações já falam que o aparelho será capaz de carregar toda a sua célula de energia com apenas 30 minutos ligado na tomada.

Micro SD

Em sua atual geração de smartphones top de linha — variantes do GS6 e o Note 5 —, a Samsung eliminou o slot para cartões de memória micro SD. Com isso, os usuários ficaram restritos o armazenamento interno padrão dos aparelhos. Rumores recentes, entretanto, comentam que a marca voltou a trás e está incluindo novamente espaço para cartões nos top de linha de 2016. Resta esperar para ver.

Aparência

Algumas imagens renderizadas e fotos da carcaça, supostamente do Galaxy S7, já vazaram na web há algumas semanas. Caso elas sejam verdadeiras, é possível notar que só há algumas pequenas mudanças no design, incluindo um novo um novo formato para o botão home. As bordas metálicas estão com um formato mais achatado, e as partes de vidro receberam uma curvatura maior. O que você achou dessa suposta aparência?

Processadores

Pelo que vem sendo disseminado na dimensão dos rumores, existem duas possibilidades de processadores para o Galaxy S7. A primeira seria um Exynos 8890 octa-core de 64-bit, e a segunda seria um Snapdragon 820 também octa-core 64-bit. Ambos devem ser fabricados no sistema 14 nm FinFET da Samsung.

Não se sabe se haverá muita diferença de desempenho entre um e outro, mas é provável que a marca comercialize o modelo com Exynos na Ásia e o com Snapdragon no resto do mundo, como já fez no passado. Contudo, não há nenhuma confirmação sobre o assunto.

Câmeras

Apesar das imagens renderizadas vazadas até agora confirmarem que o Galaxy S7 vai manter o “calombo da câmera” na parte de trás, a Samsung pode estar trabalhando para eliminar isso usando um novo e mais compacto sensor fotográfico.

O sensor seria um “Britcell” de 20 MP, produzido pela própria Samsung, que conta com um processo de fabricação mais eficiente, o que gera uma maior sensibilidade à luz. Dessa maneira, o sensor do Galaxy S7 não apenas teria mais qualidade de imagem que o atual Galaxy S6, mas também traria mais resolução em um pacote menor, eliminando o tal calombo.

Versão S7 Edge

Assim como em 2015, a Samsung deve lançar dois smartphones top de linha ao mesmo tempo no ano que vem. Além do Galaxy S7 tradicional, teríamos também o S7 Edge, com praticamente as mesmas características do primeiro, porém com uma tela curva nas laterais e sem espaço para micro SD. A falta desse recurso pode ter a ver com a posição das bordas curvas, que deixam pouco espaço útil para um slot.

Preços e início das vendas

Assim como tem acontecido há alguns anos, a Samsung deve anunciar o Galaxy S7 durante uma conferência na MWC 2016, que acontece no final de fevereiro. Contudo, o smartphone em si vai estar à venda mais cedo do que aconteceu em 2015. Em vez de abril, o aparelho chegaria às lojas já em março, duas ou três semanas depois do anúncio.

Isso está sendo encarado como uma estratégia da marca para aproveitar o hype do lançamento para vender mais dispositivos. Além do mais, colocar o dispositivo à venda antes de concorrentes como LG e HTC pode ser algo bem positivo para as vendas. Confira um suposto cronograma da empresa.

Será que o Galaxy S7 vai ser um sucesso de vendas maior que o S6? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: