Lá estão você e seus pais (e até outros membros da família), assistindo pela primeira vez aquele filme tão aclamado pela crítica ou que seus amigos recomendaram mil vezes... E então... aquela cena de nudez surge para acabar com tudo, deixando o resto da noite totalmente desconfortável. Pode ser um momento triste, mas todo o jovem adolescente provavelmente já passou por esse momento extremamente embaraçoso na vida.

Felizmente, agora temos uma maneira incrivelmente simples de evitar esse tipo de constrangimento. Para tal, basta usar o site cringeMDb, um site dedicado a avisar você se esse é um filme seguro ou não de ser assistido com seus pais, sogros ou qualquer pessoa que você prefere não ter por perto na hora de ver um filme NSFW.

Usar o sistema de pesquisa é extremamente simples. Ao abrir o site, você vai encontrar um campo de texto – é só digitar o nome do longa-metragem e escolher uma das opções sugeridas. O serviço, por sua vez, revela de maneira bastante clara se esse é um filme seguro ou não de assistir, como é o caso desse belo “NÃO” para Cinquenta Tons de Cinza...

Ou deste simpático “SIM”, para Os Incríveis.

Você pode discordar da resposta dada, é claro. Para tal, basta enviar um feedback clicando em “Agree” (“Concordo”) ou “Disagree” (“Discordo”). Se quiser fazer outra busca, é só clicar em “Try Another Movie”.

É importante notar, porém, que o banco de dados possui algumas limitações. Em primeiro lugar, só é possível conseguir respostas sobre títulos lançados entre 1995 e 2015; em segundo, você deve fazer a pesquisa do nome em inglês, por extenso, para ter sugestões dos nomes. É um preço pequeno a pagar para evitar mais situações como as exemplificadas no início dessa matéria, convenhamos.

Caso queira fazer uma busca, clique aqui para acessar o site do cringeMDb. Vale avisar que a lista de títulos ainda é limitada, até o momento, mas isso deve mudar eventualmente.

Você já passou por uma situação de ver um filme NSFW com seus pais? Conte sua história de derrota no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: