Seguindo o exemplo da pioneira Netflix e, posteriormente, também da Amazon, a gigante chinesa do e-commerce Alibaba resolveu também produzir seus próprios filmes. Para tanto, a varejista firmou uma parceria com o celebrado diretor Wong Kar-wai — responsável por “Mood for Love” e “Chungking Express” — o qual deve produzir o primeiro filme do recém-formado “Alibaba Pictures Group”.

Também entrou no barco o ator Tony Leung, colaborador frequente de Wong. Leung deve estrelar o primeiro filme do grupo, “Bai Du Ren” (algo como “O Barqueiro”). Para a direção, foi convidado Zhang Jiajia, que também assina o conto que serviu como base para a trama.

O diretor Wong Kar-wai: um "boost" adicional para a nova aposta da Alibaba.

Uma tendência entre os grandes da internet

Conforme dito anteriormente, a Alibaba não é o primeiro grande jogador da internet a apostar em conteúdos televisivos próprios. De fato, há coisa de um ano ou pouco mais, diversas companhias tem buscado na iniciativa uma fórmula nova para reforçar e legitimar suas marcas no mercado.

Senão, basta ver o que a Netflix, por exemplo, conquistou em sua pareceria de sucesso com David Fincher e Kevin Spacey. O seriado “House of Cards” marcou um dos primeiros passos rumo à nova imagem do serviço — que de replicador passou a produtor de conteúdos próprios. E o mesmo se pode dizer sobre a Amazon. O seriado “Transparent” acabou por conquistar recentemente dois Globos de Ouro como “Melhor Comédia ou Musical para TV”.

Kevin Spacey: ator estrelou a primeira produção própria do Netflix, o seriado "House of Cards"

O benefício da própria infraestrutura

Assim como a Amazon, a Alibaba também descobriu que, embora produzir conteúdos próprios seja algo custoso e um tanto arriscado, a pré-existência de uma infraestrutura de distribuição própria tende a facilitar enormemente o processo.

Além disso, a criação de séries e filmes “em casa” acaba por alavancar os demais serviços prestados pelas empresas — o que, no caso da gigante chinesa, também inclui serviços de entrega, acomodação de dados em nuvem, processamento de pagamentos e até mesmo jogos.

Em pronunciamento oficial, o CEO da Alibaba Pictures, Zhang Qiang, reconheceu que a companhia deve largar com vantagem no novo nicho, na medida em que poderá contar com seus recursos de “computação em nuvem” e também com suas “tecnologias de Big Data” — a fim de “encontrar seus usuários e colocar os conteúdos na frente deles”. E, nesse ponto, a presença de Wong Kar-wai e Tony Leung apenas deve potencializar e endossar o novo modelo.

Cupons de desconto TecMundo: