O filme que mais foi comentado na imprensa no mês de dezembro não era um título tão esperado pelo grande público quanto “O Hobbit” — que teve a trilogia dirigida por Peter Jackson encerrada no último mês. “A Entrevista” causou comoção geral depois que hackers invadiram os servidores da Sony e causaram grandes danos, sendo que isso seria uma represália contra o filme.

Por muito pouco a Sony não o arquivou, o que causaria prejuízos bem grandes para a produtora e para as outras empresas envolvidas. Mas, depois de muitas ameaças e de muitas dúvidas, “A Entrevista” foi finalmente lançado em algumas redes de cinema de baixa expressão nos Estados Unidos e também em serviços online de compra e aluguel de conteúdos multimídia — como a Google Play.

Hoje, a CNN revelou que a Sony Pictures está conseguindo bons números com a obra. Com aluguéis e vendas do filme, a empresa já conseguiu arrecadar quase US$ 31 milhões — em um total de 4,3 milhões de vezes em que ele foi alugado ou comprado pelos consumidores. Isso ainda está abaixo do que foi gasto na produção — US$ 44 milhões no orçamento principal e US$ 35 milhões em marketing —, mas é uma grande conquista.

A própria Sony já afirmou que “A Entrevista” é o filme de mais sucesso nas plataformas online que ela já produziu e ainda não completou um mês desde que o lançamento foi realizado. Vale lembrar também que o filme ainda não foi levado para outros países, estando limitado aos Estados Unidos. Será que aqui no Brasil o sucesso será o mesmo e a Sony vai aumentar os ganhos?

Cupons de desconto TecMundo: