(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

Marcando o aniversário de 30 anos de “Star Wars: O Retorno de Jedi”, o maior historiador da franquia, J. W. Rinzler, lançou um livro revelando fatos inéditos sobre os bastidores do terceiro filme da série. O escritor analisou uma série de documentos e realizou várias entrevistas, montando o retrato de um George Lucas que sofreu para encontrar um bom final para sua heroica e ambiciosa saga.

Entre as novidades descobertas, estão um fim muito mais sombrio em que Luke viraria Vader, rumores sobre a mãe do herói principal e personagens que poderiam ter voltado à vida. A seguir, reunimos 10 dessas curiosidades que você provavelmente não conhecia sobre O Retorno de Jedi.

10 – Luke amarraria Han Solo

A princípio, George Lucas não pensava em incluir Han Solo, já que Harrison Ford havia sido contratado apenas para os dois primeiros filmes. Posteriormente, o criador resolveu negociar um novo acordo, permitindo que o personagem fosse descongelado no final do longa e fizesse uma breve aparição.

Mesmo após o ator ter assinado o contrato para fazer sua participação, as primeiras versões do script tentavam encontrar formas de tirá-lo do caminho. Em uma das alternativas, Leia iria liderar um ataque contra um canhão e Han Solo tenta impedi-la por achar isso suicídio, então Luke usa a Força para acorrentar o mercenário aos controles da Millennium Falcon, onde ele permaneceria preso por um bom tempo.

(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

9 – Um ator britânico famoso interpretaria Vader sem a máscara

Originalmente, o diretor do filme, Richard Marquand, queria que algum ator famoso dos palcos britânicos fizesse o papel do vilão em seu momento de redenção, durante o qual revela seu rosto deformado. Mas Lucas achou que uma face conhecida distrairia as pessoas, que “não levariam isso a sério”. Então, eles optaram por Sebastian Shaw.

Outra mudança de atores envolveu Ian McDiarmid, que quase não interpretou o Imperador. A produção estava em dúvida entre ele, que era jovem e, portanto, conseguiria aguentar horas de filmagens com toda a maquiagem, e Alan Webb, que era autenticamente mais velho. Por fim, eles escolheram o ator de mais idade, mas ele adoeceu e o papel sobrou para McDiarmid, que era novo o suficiente para conseguir voltar a fazer o personagem na trilogia mais recente.

(Fonte da imagem: Reprodução/Blog Luz)

8 – David Prowse não sabia do destino de Darth Vader

Nos três filmes originais, nas cenas em que aparece trajando suas vestes completas, Darth Vader tem seu corpo interpretado por David Prowse e sua voz dublada por James Earl Jones. O ator que fazia a parte física da atuação se sentiu menosprezado por suas contribuições ao personagem e se demonstrou in crédulo quando ouviu os rumores de que usariam outro ator na hora revelar a face do vilão.

“Eles não fariam uma sujeira tão grande comigo”, disse. “Não colocariam outro ator no uniforme e, quando meu grande momento chegar, desmascarariam outra pessoa”. Também afirma-se que Prowse não acreditou que matariam Darth Vader no final.

(Fonte da imagem: Reprodução/HDwpapers.com)

7 – Blue Harvest quase virou um filme de verdade

Para tentar impedir os fãs e jornalistas de chegarem ao set de filmagens, a equipe trabalhou com o título falso Blue Harvest, descrito como um “horror além da imaginação”. Durante um período em que a filmagem da cena do poço de Sarlacc foi interrompida por tempestades de areia severas, a equipe chegou a inventar uma história completa que combinaria com o título e descrição falsos.

“Ele começaria com Carrie Fisher em sua roupa de escrava, dormindo em seu trailer. Dissemos ‘Por que não colocar um fantasma lá dentro?’. George escreveria um roteiro de cinco páginas, eu o filmaria em uns dois dias e ele seria ‘horror além da imaginação’. A história teria bugies de areia subindo as colinas e invadindo os trailers, com nada ao seu redor além de túmulos e lobisomens. Nós realmente íamos fazer isso”, afirmou Marquand.

(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

6 – O monstro Sarlacc teria um tentáculo animatrônico

A equipe construiu um “braço” robótico de US$ 50 mil para a monstruosa criatura subterrânea, que sairia de um buraco no chão e puxaria um guarda para baixo. O diretor do filme aprovou o uso do mecanismo, que tinha fios e um controle remoto por rádio, mas Lucas negou a ideia, preferindo enrolar um pouco de pano em torno da canela do guarda e então puxar, tudo isso com a câmera funcionando em “marcha ré”.

(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

5 – Boatos diziam que Boba Fett era a mãe de Luke

Sim, você leu isso corretamente. Esse acontecimento, que certamente teria mudado bastante a trilogia mais recente, foi um dos rumores bizarros que o Fã Clube de Star Wars ouviu na época e resolveu compartilhar com a equipe e os atores do filme. Um boato de que o ator Mark Hamill afirma ter gostado era o que dizia que Han Solo e Darth Vader seriam “fundidos” de alguma forma, para que Luke não pudesse matar o vilão sem também executar seu amigo.

(Fonte da imagem: Reprodução/Star Wars Wikia)

4 – Yoda e Obi-Wan voltariam a viver em carne e osso

Em um dos possíveis finais que prenderam a atenção de George Lucas por algum tempo, os mentores de Luke deixariam a forma de fantasmas da Força e voltariam ao mundo dos vivos para a celebração final. Além disso, em vários rascunhos do script, Obi-Wan e Yoda se encontram presentes na cena em que o herói confronta Vader e o Imperador.

Uma das versões chega a ressaltar que Obi-Wan se encontrava em um momento crítico em que precisaria voltar à existência física, ou então perderia sua identidade – e que talvez o fantasma da Força estivesse de alguma forma impedindo o Imperador de usar todos os seus poderes.

Desejando explorar a frase do primeiro filme que diz que Obi-Wan regressou mais poderoso do que Vader poderia imaginar, Lucas queria mostrar que o fantasma estava fazendo algo importante. Um dos rascunhos conta com um discurso do personagem em que ele diz a Luke que tudo o que aconteceu foi sua culpa e caberia ao discípulo consertar seus erros – e o mentor ainda revela que o tio Owen era seu irmão.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Charger Account)

3 – Qualquer pessoa poderia usar a Força

Segundo o roteirista Lawrence Kasdan, George Lucas afirmou que controlar a Força é como aprender yoga ou caratê. “Se você estiver disposto a gastar tempo para conseguir fazer isso, você consegue”, disse. Além disso, ele esclareceu que um Mestre Jedi, como Yoda, é diferente de um Cavaleiro Jedi porque “ele é um professor, não um Jedi de verdade”.

Lucas também teria falado que Yoda é uma espécie de guru, que “não sai para lutar com ninguém”, e que ele sequer seria bom em um duelo contra alguém como Darth Vader. A isso, Kasdan respondeu: “Eu entendo o que você está falando, mas não consigo acreditar! Estou em choque”.

(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

2 – Existiriam duas Estrelas da Morte

Em uma das primeiras versões da história do último filme da trilogia, uma das Estrelas da Morte estaria concluída apenas pela metade e seria explodida por torpedos dos rebeldes após destruírem o gerador do escudo. Já a segunda seria eliminada quando Vader traísse o Imperador e se jogasse com ele em uma poça de lava – o que aconteceria na Cidade Imperial de Abbadon, que deixou de ser a locação do clímax da história na versão final.

(Fonte da imagem: Reprodução/Poder Aéreo)

1 – Luke se tornaria o novo Vader

George Lucas desejava criar um final animador e lutou contra matar qualquer um dos grandes personagens – até mesmo Yoda, por um tempo. Durante uma reunião para discutir a história, no entanto, ele propôs um final bem mais tenebroso para a franquia. A cena com Darth Vader e o Imperador se desenrolaria assim como aconteceu na versão final, até o ponto em que o vilão se sacrifica para derrotar seu mestre e Luke o ajuda a remover seu capacete.

(Fonte da imagem: Reprodução/io9)

Em uma transcrição da reunião, Lucas diz: “Luke remove a máscara por último – e então ele a coloca e diz ‘Agora eu sou Vader’. Surpresa! A reviravolta suprema. ‘Neste momento, eu partirei, matarei a frota rebelde e dominarei o universo’”. A isso, Kasdan respondeu que era exatamente o que ele achava que deveria acontecer, mas o criador desistiu da ideia porque o filme era “para crianças”.

Cupons de desconto TecMundo: