A luta pela liberdade não é fácil e envolve muito mais do que acordos políticos ou troca de tiros — e o jogador vai sentir isso na pele em Far Cry 6.

Far cry 6

Desenvolvido pela Ubisoft, responsável por franquias como Assassin’s Creed e títulos baseados na obra de Tom Clancy, o novo capítulo da série de tiro em mundo aberto coloca o jogador no centro de uma situação complexa e intensa, em uma trama que trata de identidade, união e luta por ideais. Tudo isso é combinado com a inventiva e a variada jogabilidade que já é marca registrada da franquia Far Cry, acompanhada de personagens marcantes.

Ambientação de Far Cry 6

Bem-vindo a Yara. Inicialmente, a nação fictícia localizada no Caribe dá a impressão de um local parado no tempo: um estilo de vida mais pacato, carros de décadas anteriores e construções de aspecto clássico.

A bela ilha é um sistema variado de ambientes, sendo formada tanto por praias e selvas quanto por ambientes urbanos. Em Far Cry 6, o gamer pode explorar todas essas localidades com bastante liberdade, conhecendo os líderes de cada comunidade e aprendendo mais a rotina dos habitantes.

A capital de Yara, Esperanza, é uma cidade viva, movimentada e populosa, sendo um dos ambientes mais complexos já desenvolvidos na franquia. O local tem detalhes estonteantes, e isso oferece desafios ainda maiores ao jogador e mais opções na montagem de uma estratégia para as missões de Far Cry 6. Já os locais mais inóspitos oferecem outros perigos, desde pessoas mais hostis até animais selvagens.

Ambientação de Far Cry 6

Bem-vindo a Yara. Inicialmente, a nação fictícia localizada no Caribe dá a impressão de um local parado no tempo: um estilo de vida mais pacato, carros de décadas anteriores e construções de aspecto clássico.

A bela ilha é um sistema variado de ambientes, sendo formada tanto por praias e selvas quanto por ambientes urbanos. Em Far Cry 6, o gamer pode explorar todas essas localidades com bastante liberdade, conhecendo os líderes de cada comunidade e aprendendo mais a rotina dos habitantes.

A capital de Yara, Esperanza, é uma cidade viva, movimentada e populosa, sendo um dos ambientes mais complexos já desenvolvidos na franquia. O local tem detalhes estonteantes, e isso oferece desafios ainda maiores ao jogador e mais opções na montagem de uma estratégia para as missões de Far Cry 6. Já os locais mais inóspitos oferecem outros perigos, desde pessoas mais hostis até animais selvagens.

Tempos turbulentos

Apesar de parecer o paraíso na Terra, Yara passa por problemas. O atual presidente é Antón Castillo, um ditador que não mede esforços para tornar realidade o sonho de transformar a ilha em uma nação próspera e conhecida mundialmente.

Para isso, o ditador financia a pesquisa do Viviro, um remédio que pode colocar Yara no mapa mundial como sinônimo de prosperidade e tecnologia. Entretanto, o regime é extremamente autoritário, envolvendo corrupção, violência e acordos políticos e comerciais que colocam em risco a vida dos habitantes da ilha. 

Preocupada com a própria vida e o futuro do país, parte da população organiza uma guerrilha moderna formada por moradores comuns e revolucionários de todas as idades e origens, com esperança de que a vida pode ser diferente na região. Chamado de Libertad, o grupo está disposto a tudo para tirar os governantes do poder e realizar o sonho de trazer um raro momento de paz para a ilha.

Os personagens de Far Cry 6

Dani

Antón

Diego

Clara

Juan

A história de Far Cry 6 tem como protagonista Dani Rojas, que nasceu e cresceu em Yara, mas agora vivencia o governo autoritário que tomou o poder. Pode-se escolher jogar com uma versão masculina ou feminina do personagem, sem mudanças na narrativa.

Dani quer inicialmente sair da ilha de uma vez por todas, mas se envolve cada vez mais no conflito após conhecer o ponto de vista dos guerrilheiros. Inicialmente como soldado, o jogador começa a ganhar destaque na luta contra o regime corrupto da região.

Seguindo uma tradição de antagonistas com personalidade marcante, de Vaas (Far Cry 3) aos membros da família Seed (Far Cry 5), neste jogo conhecemos o personagem Antón Castillo, um ditador implacável que acredita estar no caminho certo para levar a nação de Yara ao progresso.

O presidente cresceu em Yara e foi testemunha de acontecimentos que moldaram as suas visões políticas sobre a região. Isso significa, inclusive, que ele não poupa esforços e está disposto a fazer sacrifícios pelo que ele acredita ser o bem da ilha — segundo ele, quando a prosperidade chegar, ninguém se preocupará mais com os métodos utilizados. Antón é interpretado pelo ator Giancarlo Esposito, consagrado ao viver vilões como Gus Fring, na série Breaking Bad, e Moff Gideon, em O Mandaloriano.

 

Desse modo, o ditador tem um herdeiro e possível sucessor: Diego. Este é um adolescente criado para ser um líder forte e confiante e faz de tudo para agradar o pai, sendo desde cedo preparado para ser o próximo presidente. 

Por um lado, ele cresce ao lado de uma figura forte e aprende lições do ponto de vista de Antón, ou seja, uma visão de mundo distorcida de como um presidente deve agir. Entretanto, por outro, Diego tem conflitos internos e deve encontrar a própria identidade ao mesmo tempo que já está com o destino traçado pelos laços familiares.

Do lado da resistência, a principal líder da guerrilha moderna é Clara. Considerada o coração e a alma da revolução, ela é totalmente focada na liberação de Yara e acredita que o objetivo não pode ser alcançado de forma pacífica.

Além disso, todo bom aprendiz tem um grande mentor. Aqui, a figura que representa a voz da experiência é Juan Cortez. O ex-espião tem um passado misterioso, que envolve participação em revoluções contra outros governos. É Juan quem ensina vários dos fundamentos da Libertad para Dani, além de fornecer alguns dos equipamentos mais importantes para as missões e como usar cada um deles.

Jogabilidade de Far Cry 6

A série Far Cry é uma franquia de narrativa e tiro em primeira pessoa com mapa aberto, conhecida por disponibilizar ao jogador um alto nível de liberdade. Isso significa a capacidade de exploração de mapas vastos, uma jogabilidade baseada em estratégias personalizadas e um imenso arsenal de armas, veículos e outros objetos espalhados pelo cenário.

Além da campanha principal do jogo, com missões obrigatórias que avançam a trama e paralelas que aumentam a reputação com a comunidade, a Ubisoft prepara vários conteúdos adicionais solo ou cooperativos. Eles incluem missões gratuitas e elementos especiais como parte de um Passe de Temporada, que amplia a experiência de adrenalina e diversão do game.

E a imersão está garantida em Far Cry 6, tanto na exploração de selvas quanto no meio de uma capital — o mapa do jogo é o maior de toda a franquia da Ubisoft. Há ainda um fator importante na luta contra os Castillo: o chamado “Resolver”, que é quase um lema da guerrilha moderna de Yara. Essa expressão engloba a adaptação que um bom combatente deve ter para ser eficiente em todos os cenários possíveis e cumprir o objetivo mesmo quando as chances parecem pequenas.

O “Resolver” não é só fazer o possível com as ferramentas certas, também conhecida como a boa e velha gambiarra, mas também instaurar o caos em todos os itens à disposição. Em alguns casos, por exemplo, o jogador não terá apenas armas e dispositivos, mas também modificações improvisadas e roupas específicas para melhorar a furtividade. Subornar soldados e andar discretamente pelas ruas da cidade, ou seja, sem armas em punho, podem ser ações tão eficientes quanto eliminar alvos com rifles de longo alcance ou usar armas brancas mais silenciosas.

Além disso, o jogador de Far Cry 6 precisa ganhar a confiança dos guerrilheiros e dos habitantes ao longo das missões — vários deles com personalidades e motivações diferentes, mas com um objetivo que é o mesmo que o do jogador: sobreviver ao governo tirano, derrubar os Castillo e tomar o controle da ilha. Ao cumprir esses objetivos, o gamer sobe na hierarquia da Libertad e cada vez mais ganha acesso a armas e equipamentos.

As operações da guerrilha envolvem missões com desenvolvimentos variados. Algumas são infiltrações furtivas, que exigem o mínimo de barulho possível, enquanto outras pedem a eliminação de um alvo específico, valioso e geralmente muito bem guardado. Porém, é claro que também é preciso encarar missões em que é necessário destruir e explodir o máximo possível.

Para cada um desses formatos, o gamer precisa de abordagens e equipamentos diferentes, que são mais eficientes de acordo com os cenários. Felizmente, não faltam opções em Yara.

Armas e veículos garantidos

Seguindo a tradição de Far Cry, o player terá um arsenal extremamente variado para as missões da guerrilha, com armas brancas e de fogo bastante diversas, além de equipamentos de distração e defesa.

Em Far Cry 6, é possível personalizar equipamentos a partir de objetos cotidianos, como latas e pedaços de metal, criando itens com habilidades únicas. Assim, ainda é possível equipar acessórios que conferem habilidades e vantagens específicas, como luvas que garantem maior resistência a incêndios e óculos que melhoram a sua estabilidade ao mirar.

Para se locomover, Dani pode utilizar veículos como lanchas, barcos, jet-skis, motocicletas, helicópteros e carros — desde os modelos vintage de Yara até jipes customizados para os terrenos acidentados do litoral da ilha.

Um dos aspectos mais importantes do desenvolvimento da guerrilha está em acampamentos secretos espalhados pelo país. Esses locais funcionam como pequenas bases e contam com uma série de melhorias em armas, veículos personalizados, equipamentos e habilidades — sendo que se pode desenvolver cada um desses pontos para tornar o acampamento mais útil para o que for necessário. Como o país precisa reaproveitar e reconstruir equipamentos, e os veículos que já têm décadas de uso, novos recursos são escassos, mas podem ser aproveitados de maneiras diferentes e criativas.

Chicaron

Chorizo

Guapo

Nos acampamentos, o jogador também será procurado para realizar missões bastante variadas nas diferentes comunidades da ilha para derrubar aliados e divisões importantes dos Castillo e, aos poucos, libertar Yara do governo.

Os Supremos são outros equipamentos importantes para o guerrilheiro moderno de Yara. Essas mochilas especiais de grande porte trazem alguma vantagem limitada e generosa ao combatente, o que pode significar uma arma especial ou armadilhas que garantem a eliminação de vários alvos ao mesmo tempo.

Então, nunca se está sozinho na missão: além dos combatentes humanos da guerrilha, Dani tem a companhia de animais para ajudar a libertar Yara da tirania dos Castillo.

Chorizo é um adorável cão basset que ajuda a distrair os inimigos, sendo mais perigoso do que parece; já Guapo é um crocodilo letal que ajuda a abrir caminho entre as defesas do governo; enquanto Chicharon é um um galo tão rebelde quanto os membros de Libertad.

Lançamento de Far Cry 6

PC

O lançamento de Far Cry 6 ocorre mundialmente no dia 7 de Outubro de 2021 para Xbox Series X|S, PlayStation 5, Xbox One, PlayStation 4 e PC (exclusivo na Epic Games Store ou na Ubisoft Store). O jogo também estará disponível nas plataformas de streaming Google Stadia e Amazon Luna, além do serviço de assinatura Ubisoft+.

 

Você está pronto para desembarcar em Yara e ajudar na revolução?