Tyler e Cameron com o também milionário Richard Branson. (Fonte da imagem: Reprodução/Winklevoss Capital)

Os irmãos Cameron e Tyler Winklevoss vão ao espaço graças às Bitcoins. Os dois investidores e evangelizadores da moeda virtual compraram duas passagens para fazer turismo espacial pela Virgin Galactic. O valor gasto foi de US$ 250 mil por bilhete, o equivalente a 375 unidades de Bitcoin (de acordo com a cotação atual).

Eles não são os primeiros clientes a comprarem uma passagem com Bitcoins, mas parecem os mais animados: em uma postagem em seu blog pessoal, Cameron comparou o empreendimento da Virgin Galactic às Grandes Navegações e o fundador da companhia, Richard Branson, a figuras como Marco Polo e Cristóvão Colombo.

A Virgin Galactic aceita pagamentos com Bitcoins desde dezembro de 2013. As viagens em naves de dois pilotos e até seis passageiros devem começar em agosto deste ano e levar os tripulantes a uma altitude de mais de 104 km da Terra, de onde é possível ver toda a curvatura do planeta.

Quem conhece a história do Facebook ou apenas assistiu ao filme "A Rede Social" sabe quem são os irmãos Tyler e Cameron Winklevoss. Eles estudavam na mesma universidade de Mark Zuckerberg e, supostamente, teriam contratado o futuro fundador do Facebook para construir um site de interação entre alunos. Na versão da história dos gêmeos, eles foram enganados pelo colega, que usou as ideias para lançar a própria página – hoje a rede social mais famosa do mundo.

Mas essa amargura não abalou tanto assim os gêmeos, que já eram bastante ricos na época, antes de receberem uma indenização de Zuckerberg para acabar com a polêmica. Eles já possuem um MBA na Universidade de Oxford e atualmente investem em fundos de capital, além de planejarem lançar um empreendimento usando as Bitcoins.

Cupons de desconto TecMundo: